O auditório da Universidade do Minho recebe na sexta-feira, 17 de maio, a sessão final da nona edição do Eco Parlamento.

O momento, que contará com a presença de jovens estudantes de oito agrupamentos de escolas de Guimarães, bem como do eurodeputado João Albuquerque, terá como foco central a seleção dos melhores projetos de sustentabilidade apresentados, defendidos e votados na primeira sessão da iniciativa, em março.

Abação apresentou o projeto “Água Limpa Vida Plena – Estratégias para combater a poluição por plásticos nos ecossistemas aquáticos”. Já o Colégio do Ave defendeu a proposta “Horta Comunitária”. Fernando Távora sugeriu o projeto de inclusão “Inclui-te – Incluímos-te”, enquanto Pevidém quer combater a utilização dos plásticos, através de sacos produzidos com têxteis – “(mal) Trapilho, (bom) Trapilho”. Abel Salazar optou por falar de “Eco Ativistas”; já as Taipas apostam na realização de uma “Assembleia em Mobilidade”. Vale de São Torcato propõe a “Reflorestação da Pedra Fina! Futuro mais verde” e, por fim, Virgínia Moura apresentou e defendeu o projeto “A Pedalar sonhamos energizar”.

Refira-se que as propostas apresentadas serão avaliadas por um júri externo, que já acompanhou a primeira sessão.

 

X