Cantina Económica já ocupa novas instalações
06 de Abril, 2016

No âmbito da reabilitação do Largo de Donães as valências do Lar de Santo António existentes no Largo de Donães foram instaladas esta semana num edifício, propriedade da Autarquia, situado no limite superior do recinto da feira semanal, continuando a cumprir o desígnio de assistência humanitária que presidiu à sua criação, com a disponibilização de refeições, banhos públicos e tratamento de roupas a pessoas mais carenciadas. A Câmara Municipal de Guimarães, em articulação institucional com o Lar de Santo António, procedeu à transferência dos serviços de carestia alimentar e higiénica para um local com condições mais dignas, o que permitiu iniciar a reabilitação urbanística do largo. A 1 de maio de 1934, foi fundada oficialmente a Casa dos Pobres de Guimarães, na rua de S. Dâmaso, em edifício pertencente à Câmara Municipal. Um refeitório para o fornecimento de refeições grátis, uma cozinha económica, um albergue para abrigo temporário, um balneário público e um lactário para fornecer leite grátis a mães necessitadas foram os primeiros serviços desenvolvidos pela instituição. Com a demolição da sede, as instalações passaram para o Largo de Donães onde ficou a funcionar até esta semana o refeitório, que serve atualmente cerca de 120 refeições, depois de já ter partilhado o espaço físico com um Centro de Dia e um Centro de Convívio.

Informação em destaque
Vimágua investe na extensão de redes em Ronfe
05 de Junho, 2020
Covid-19: Guimarães sem novos casos
05 de Junho, 2020
Alunos da UMinho apresentam criações de moda
05 de Junho, 2020
ASMAV: ‘Está corrupção a ameaçar a democracia?’
05 de Junho, 2020
Conselho Consultivo para a Economia reúne esta sexta-feira
05 de Junho, 2020
UMinho abre inscrições para provas dos maiores de 23 anos
05 de Junho, 2020
Publicidade