CHAA - Centro de Excelência de doenças raras
05 de Abril, 2013
O Ministério da Saúde designou três centros de excelência de doenças lisossomais de sobrecarga. Na região norte o Centro Hospitalar do Alto Ave foi o selecionado, passando a ser uma referência do ponto de vista clínico e técnico nestas doenças. O Centro Hospitalar do Ave (CHAA) congratulou-se já com a “promoção” a centro de excelência de tratamento de doenças raras, sublinhando tratar-se do “reconhecimento de um trabalho de anos” ali desenvolvido. O Ministério da Saúde designou três centros de excelência de doenças lisossomais de sobrecarga, sendo o CHAA, que integra os hospitais de Guimarães e Fafe, o selecionado na região norte. Os outros dois são o Centro Hospitalar Universitário de Coimbra e o Centro Hospitalar de Lisboa Norte. Da mesma forma, foi também constituída a Comissão Coordenadora do Tratamento das Doenças Lisossomas de Sobrecarga, com 6 elementos, ao nível nacional, da qual fará parte Olga Azevedo, médica do CHAA. O CHAA é o maior centro ibérico de doenças raras, sendo mesmo um dos maiores centros europeus de tratamento da Doença de Fabry.
Informação em destaque
Universidade Sénior Teófilo Braga inaugura instalações
20 de Janeiro, 2018
Cantar dos Reis no Paço dos Duques e nas Taipas
20 de Janeiro, 2018
Centro de Estudos do Desporto – Guimarães
19 de Janeiro, 2018
'Turismo enogastronómico em Guimarães'
20 de Janeiro, 2018
Luís Soares eleito presidente do PS/Guimarães
20 de Janeiro, 2018
Festas em honra de S. Sebastião e Santo Amaro
20 de Janeiro, 2018
Publicidade