Tecnologia permite extrair pedras dos rins em dois minutos
30 de Janeiro, 2015
Uma equipa liderada pela Universidade do Minho criou uma tecnologia que permite simplificar uma cirurgia endoscópica para extrair pedras nos rins. O método permite também realizar a cirurgia sem uso de radiação.
A tecnologia utiliza um campo eletromagnético para navegar com segurança uma agulha para punção do rim. Após os testes em animais, espera-se avançar para ensaios nos humanos a partir do próximo ano.
O projeto decorre em parceria com o Instituto Politécnico do Cávado e do Ave e já foi testado em animais no ICVS. Os investigadores estão a aperfeiçoar o sistema com o fim de obter o certificado para futuros testes em pessoas. E caso estes venham a ser bem-sucedidos, espera-se que o primeiro produto seja patenteado e chegue às salas de operações a partir de 2016.
A pesquisa venceu o 1º Prémio no Simpósio da Associação Portuguesa de Urologia, foi eleita para as melhores comunicações do Congresso Europeu de Urologia 2014 e tem sido publicada em revistas científicas internacionais.
Informação em destaque
Covid-19: 177 casos confirmados em Guimarães
05 de Abril, 2020
CIMs pedem urgência no reforço da prevenção nos lares de idosos
05 de Abril, 2020
ES Taipas promove campanha “Ajude quem quer aprender”
04 de Abril, 2020
Funcionamento da Área Dedicada à COVID-19 no CS da Amorosa
04 de Abril, 2020
JF Urgezes promove projeto “Por Si, Nós Vamos”
04 de Abril, 2020
UMinho: campanha de recolha de computadores
05 de Abril, 2020
Publicidade