Guimarães: condenado por violência doméstica
22 de Dezembro, 2014
O Tribunal Judicial de Guimarães condenou um homem a dois anos e quatro meses de prisão efetiva pelo crime de violência doméstica, por insultar e ameaçar de morte a ex-companheira, nomeadamente através de SMS.
Segundo uma nota publicada no 'site' da Procuradoria-Geral Distrital do Porto, o tribunal considerou provado que, ao longo de mais de dois anos, o arguido enviou à ex-companheira diversas mensagens escritas (SMS), insultando-a e ameaçando-a de morte.
Segundo o tribunal, o arguido, com os mesmos propósitos, também procurou a vítima na sua residência e no seu local de trabalho, ambos em Guimarães.
Os factos ocorreram entre 24 de abril de 2013 e 24 junho de 2014, tendo o inquérito início a 2 de julho. O arguido está em prisão preventiva desde 7 de julho.
Informação em destaque
Professores da ESFH produzem clampes para o Hospital de Guimarães
02 de Abril, 2020
COVID-19: Guimarães regista 131 casos confirmados
02 de Abril, 2020
Área Dedicada à COVID-19 no Centro de Saúde da Amorosa
01 de Abril, 2020
COVID-19: CMG diponibiliza dois espaço isolamento profilático
02 de Abril, 2020
Plano Preventivo: CIM desagradada por Norte não ser prioridade
01 de Abril, 2020
IPCA e empresas parceiras produzem 10 mil viseiras
01 de Abril, 2020
Publicidade