UM quer construir travessas de caminho-de-ferro com resíduos
11 de Setembro, 2014
A Escola de Engenharia da Universidade do Minho está a desenvolver travessas para caminho-de-ferro recorrendo a resíduos de plásticos mistos.
O objetivo principal é apresentar uma aplicação técnica que permita reduzir significativamente os milhões de toneladas de resíduos de plástico indiferenciado.
O trabalho está a ser desenvolvido no PIEP – Pólo de Inovação em Engenharia de Polímeros da UMinho, em Guimarães, e conta com o financiamento da Sociedade Ponto Verde.
Informação em destaque
Guimarães celebra Dia da Árvore e da Floresta
21 de Março, 2019
MAS celebra dias da Árvore e da Marioneta
21 de Março, 2019
UMinho integra megaconsórcio europeu
20 de Março, 2019
Exposição 'Monges e Guerreiros' no Paço dos Duques
21 de Março, 2019
CDS quer saber qual vai ser a redução tarifária
20 de Março, 2019
I Jornadas de Guitarra de Fafe
20 de Março, 2019
Publicidade