Pena suspensa para professora condenada por maus-tratos
10 de Setembro, 2014
O Tribunal Judicial de Guimarães condenou uma professora do 1.º ciclo a dois anos e dois meses de prisão, com pena suspensa, por ter infligido maus-tratos a dois alunos.
A docente, de 38 anos, foi condenada por dois crimes de maus-tratos, ficando a suspensão da pena sujeita à condição de a arguida pagar, no prazo de dois anos, 500 euros à Associação de Apoio à Criança de Guimarães.
Terá ainda de pagar uma indemnização de 2000 euros à demandante civil no processo, mãe de uma das vítimas, montante que reverterá igualmente para aquela associação.
A advogada da arguida não adiantou se irá ou não interpor recurso, sublinhando a necessidade de ler "com atenção" a sentença.
Em julgamento, a arguida negou que alguma vez tivesse batido nas crianças, garantindo mesmo ser "contra" a aplicação de castigos corporais.
Segundo a acusação, deduzida pelo Ministério Público, os dois crimes de maus-tratos terão sido perpetrados entre 2010 e 2012, na EB1 Oliveira do Castelo, em Guimarães.
Informação em destaque
Universidade Sénior Teófilo Braga inaugura instalações
20 de Janeiro, 2018
Cantar dos Reis no Paço dos Duques e nas Taipas
20 de Janeiro, 2018
Centro de Estudos do Desporto – Guimarães
19 de Janeiro, 2018
'Turismo enogastronómico em Guimarães'
20 de Janeiro, 2018
Luís Soares eleito presidente do PS/Guimarães
20 de Janeiro, 2018
Festas em honra de S. Sebastião e Santo Amaro
20 de Janeiro, 2018
Publicidade