Pena suspensa para professora condenada por maus-tratos
10 de Setembro, 2014
O Tribunal Judicial de Guimarães condenou uma professora do 1.º ciclo a dois anos e dois meses de prisão, com pena suspensa, por ter infligido maus-tratos a dois alunos.
A docente, de 38 anos, foi condenada por dois crimes de maus-tratos, ficando a suspensão da pena sujeita à condição de a arguida pagar, no prazo de dois anos, 500 euros à Associação de Apoio à Criança de Guimarães.
Terá ainda de pagar uma indemnização de 2000 euros à demandante civil no processo, mãe de uma das vítimas, montante que reverterá igualmente para aquela associação.
A advogada da arguida não adiantou se irá ou não interpor recurso, sublinhando a necessidade de ler "com atenção" a sentença.
Em julgamento, a arguida negou que alguma vez tivesse batido nas crianças, garantindo mesmo ser "contra" a aplicação de castigos corporais.
Segundo a acusação, deduzida pelo Ministério Público, os dois crimes de maus-tratos terão sido perpetrados entre 2010 e 2012, na EB1 Oliveira do Castelo, em Guimarães.
Informação em destaque
EB de Igreja em Briteiros S. Salvador promoveu Escola Aberta
20 de Maio, 2019
AVCPV constrói ‘passadeira solidária’
19 de Maio, 2019
Confraternização de Ponte a S. Torcato realiza-se domingo
19 de Maio, 2019
Exposição de escultor vimaranense na FLUPorto
20 de Maio, 2019
Eco Parlamento junta alunos de oito agrupamentos
20 de Maio, 2019
OPJovem Vizela: Apresentação pública das propostas
20 de Maio, 2019
Publicidade