CGTP acusa HSOG de proibir ações sindicalistas
27 de Abril, 2022
A CGTP acusa a administração do Hospital de Guimarães de proibir, no dia 23 de abril, a realização de uma reunião de trabalhadores da cantina, pertencentes à empresa concessionária do serviço de refeições Itau, S. A., obrigando os trabalhadores a reunirem com o sindicato na rua.
É referido que desde que esta administração do hospital tomou posse nunca mais foi possível realizar reuniões de trabalhadores nesta cantina. Aliás, refere a central sindical, a atual administração do Hospital de Guimarães proibiu toda a atividade sindical no interior do hospital ao impedir a entrada de dirigentes e delegados sindicais.
Face à situação, os trabalhadores decidiram reunir com o sindicato fora das instalações.
Informação em destaque
Mesa Redonda “Estratégias e Tendências em E-commerce”
31 de Janeiro, 2023
Guimarães anuncia incentivo para feirantes e lojas
30 de Janeiro, 2023
Detenção de suspeito de pornografia de menores
26 de Janeiro, 2023
GUIdance 2023
31 de Janeiro, 2023
Nascimentos em Guimarães permitem plantar 1.400 árvores
31 de Janeiro, 2023
UMinho realiza seminário sobre carreira e sucesso académico
30 de Janeiro, 2023
Publicidade