Têxtil Mabera apresenta proposta para recuperar Coelima
03 de Junho, 2021
A têxtil Mabera, de Vila Nova de Famalicão, apresentou uma proposta de recuperação e manutenção dos postos de trabalho da insolvente Coelima, que se segue a outras duas avançadas por dois consórcios de empresas do Vale do Ave.
Segundo o plano de insolvência entregue ao Tribunal de Comércio de Guimarães, os “vetores fundamentais” da proposta da Mabera passam por “manter a atividade da Coelima”, “manter os postos de trabalho”, “regularizar o passivo resultante dos créditos que venham a ser reconhecidos e verificados no processo” e “recuperar a confiança de fornecedores e clientes”.
A proposta agora apresentada pela Mabera segue-se a duas outras já apresentadas nos últimos dias: uma por um consórcio de Guimarães composto pelas sociedades R.TL. e José Fontão & Cia; e a outra por um consórcio constituído pela Felpinter, de Santo Tirso, e a Mundotêxtil, de Vizela.
Em todos os casos é assumido o objetivo de recuperar e manter em atividade a Coelima e assegurar os cerca de 250 postos de trabalho existentes.
Informação em destaque
Pedro Arezes reconduzido na presidência da EEUM
30 de Setembro, 2022
Bolsas de estudo com candidaturas abertas
30 de Setembro, 2022
PSD:‘descontentamento’ por Guimarães estar fora da Linha de Alta Velocidade
29 de Setembro, 2022
Encontro de Arte Participativa no CCVF
30 de Setembro, 2022
CMG apresenta projeto-piloto à CP para ligação Guimarães-Lordelo
30 de Setembro, 2022
Fafe é palco da 32ª conferência anual da AEMI
30 de Setembro, 2022
Publicidade