MP acusa 7 arguidos por tráfico de droga em Guimarães e Famalicão
30 de Dezembro, 2020
O Ministério Público acusou sete arguidos de tráfico de estupefacientes pela alegada venda de canábis em Guimarães e Vila Nova de Famalicão, anunciou a Procuradoria-Geral Regional do Porto.
Em nota publicada na sua página, aquela procuradoria específica que a venda de droga terá acontecido em 2019 nas freguesias de Creixomil, Silvares, Selho São Cristóvão, Serzedelo, Azurém e Selho São Lourenço e Ronfe, todas do concelho de Guimarães, e Joane, concelho de Famalicão.
Segundo o MP, dois dos arguidos, além de venderem ao seu próprio mercado de consumidores, ainda abasteciam um terceiro arguido que, por sua vez, geria, com outros dois, um negócio de comercialização direta a consumidores.
Também um sexto arguido está acusado de ter mantido negócio similar, enquanto a um sétimo estão imputadas vendas esporádicas. Cinco dos arguidos encontram-se em prisão preventiva.
Informação em destaque
Dádiva de sangue a baixar. Aumentam apelos à dádiva.
21 de Janeiro, 2021
HSOG: serviço de radiologia alarga leque de procedimentos
21 de Janeiro, 2021
CDPC apela ao cumprimento as restrições do confinamento
21 de Janeiro, 2021
Campeonato de Cálculo Mental Hypatiamat
21 de Janeiro, 2021
Governo decide encerramento dos estabelecimentos de ensino
21 de Janeiro, 2021
Distrito de Braga em alerta devido à chuva e vento forte
21 de Janeiro, 2021
Publicidade