UMinho usa ADN para monitorizar recursos pesqueiros no Atlântico
21 de Outubro, 2020
Um projeto liderado pela Universidade do Minho para melhorar a gestão sustentável de recursos pesqueiros na rota atlântica de Magalhães vai receber uma bolsa de cerca de 300 mil euros esta quarta-feira, dia 21, pelas 18h15, no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa.
Trata-se de um dos Prémios de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico atribuídos no âmbito nas Comemorações do V Centenário da Viagem de Circum-Navegação.
O projeto da UMinho intitula-se A-Fish-DNA-Scan, é coordenado pelo investigador Filipe Costa, do Centro de Biologia Molecular e Ambiental (CBMA), e tem a parceria das universidades do Algarve, de Coimbra, Estadual de São Paulo (Brasil) e Técnica do Atlântico (Cabo Verde), além do Instituto Português do Mar e da Atmosfera e do Instituto do Mar de Cabo Verde.
Informação em destaque
EEUM entre os cinco parceiros do ICARUS
09 de Agosto, 2022
“Mapa Verde” e “Passo Verde” revelam património de Guimarães
09 de Agosto, 2022
Fest’in Folk Corredoura começa esta terça-feira
09 de Agosto, 2022
34ª Cinema em Noite de Verão começa hoje
09 de Agosto, 2022
Avenida Alberto Sampaio terá obras a partir de hoje
09 de Agosto, 2022
MEGA: vales para manuais gratuitos já disponíveis
09 de Agosto, 2022
Publicidade