MP acusa empresa de Guimarães de vender bens penhorados
16 de Junho, 2020

O Ministério Público acusou uma empresa de Guimarães de vender património penhorado que deveria servir para pagar dívidas fiscais que ascendiam a um milhão de euros, anunciou a Procuradoria-Geral Distrital do Porto.

Numa publicação online, a procuradoria refere que no processo são arguidos a empresa e os dois gerentes, todos acusados de um crime de frustração de créditos.

Informação em destaque
HSOG assinala Dia Mundial da Segurança do Doente
17 de Setembro, 2021
Teatro Coelima apresenta ‘Pevidém que há-de vir’
17 de Setembro, 2021
“Todos” apresentado sexta e sábado em Guimarães
17 de Setembro, 2021
CCFV celebra 16 anos esta sexta-feira
17 de Setembro, 2021
Autárquicas’21: ações de campanha esta sexta-feira
17 de Setembro, 2021
UMinho: ex-aluna cria tecnologia que reduz efeitos da menopausa
17 de Setembro, 2021
Publicidade