MP acusa empresa de Guimarães de vender bens penhorados
16 de Junho, 2020

O Ministério Público acusou uma empresa de Guimarães de vender património penhorado que deveria servir para pagar dívidas fiscais que ascendiam a um milhão de euros, anunciou a Procuradoria-Geral Distrital do Porto.

Numa publicação online, a procuradoria refere que no processo são arguidos a empresa e os dois gerentes, todos acusados de um crime de frustração de créditos.

Informação em destaque
EEUM entre os cinco parceiros do ICARUS
09 de Agosto, 2022
“Mapa Verde” e “Passo Verde” revelam património de Guimarães
09 de Agosto, 2022
Fest’in Folk Corredoura começa esta terça-feira
09 de Agosto, 2022
34ª Cinema em Noite de Verão começa hoje
09 de Agosto, 2022
Avenida Alberto Sampaio terá obras a partir de hoje
09 de Agosto, 2022
MEGA: vales para manuais gratuitos já disponíveis
09 de Agosto, 2022
Publicidade