MP acusa empresa de Guimarães de vender bens penhorados
16 de Junho, 2020

O Ministério Público acusou uma empresa de Guimarães de vender património penhorado que deveria servir para pagar dívidas fiscais que ascendiam a um milhão de euros, anunciou a Procuradoria-Geral Distrital do Porto.

Numa publicação online, a procuradoria refere que no processo são arguidos a empresa e os dois gerentes, todos acusados de um crime de frustração de créditos.

Informação em destaque
Guimarães apresenta hoje risco máximo de incêndio
06 de Agosto, 2020
“Creixomil de mãos dadas”
05 de Agosto, 2020
Urban Light Garden
05 de Agosto, 2020
32ª edição de Cinema em Noites de Verão
06 de Agosto, 2020
Taipas:Adjudicado projeto de arquitetura para Posto da GNR
05 de Agosto, 2020
Circo Contemporâneo do INAC no Anima-te
04 de Agosto, 2020
Publicidade