MP acusa empresa de Guimarães de vender bens penhorados
16 de Junho, 2020

O Ministério Público acusou uma empresa de Guimarães de vender património penhorado que deveria servir para pagar dívidas fiscais que ascendiam a um milhão de euros, anunciou a Procuradoria-Geral Distrital do Porto.

Numa publicação online, a procuradoria refere que no processo são arguidos a empresa e os dois gerentes, todos acusados de um crime de frustração de créditos.

Informação em destaque
Paço dos Duques e Castelo assinalam DIMS
18 de Abril, 2021
Teleférico de Guimarães reabriu ao público
18 de Abril, 2021
1ª edição do concurso de fotografia “Garra Vimaranense”
18 de Abril, 2021
‘Movimentos Bruxos’ no Palácio Vila Flor
18 de Abril, 2021
BE: deputada Alexandra Vieira visita Paços dos Duques e MAS
18 de Abril, 2021
Universidade do Minho abre as suas portas em formato online
18 de Abril, 2021
Publicidade