MP acusa empresa de Guimarães de vender bens penhorados
16 de Junho, 2020

O Ministério Público acusou uma empresa de Guimarães de vender património penhorado que deveria servir para pagar dívidas fiscais que ascendiam a um milhão de euros, anunciou a Procuradoria-Geral Distrital do Porto.

Numa publicação online, a procuradoria refere que no processo são arguidos a empresa e os dois gerentes, todos acusados de um crime de frustração de créditos.

Informação em destaque
Mercado de Natal Agra & Cultura
03 de Dezembro, 2022
Nicolinas continuam hoje com as Danças de S. Nicolau
03 de Dezembro, 2022
Eleições para os órgãos sociais dos BV Taipas
03 de Dezembro, 2022
140 anos do nascimento de Alfredo Pimenta
03 de Dezembro, 2022
Dia Internacional da Pessoa com Deficiência
03 de Dezembro, 2022
3B's distinguido nos "Melhores e as Maiores do Portugal Tecnológico"
03 de Dezembro, 2022
Publicidade