Seis curtas-metragens da UMinho no Fantasporto
26 de Fevereiro, 2020

Seis curtas-metragens de estudantes de Ciências de Comunicação da Universidade do Minho foram selecionadas para o 40º Fantasporto - Festival Internacional de Cinema do Porto, que decorre de 25 de fevereiro a 8 de março, no Teatro Rivoli.

As películas da UMinho são exibidas a 2 de março, às 16h45, e concorrem ao “Prémio Cinema Português – Melhor Escola de Cinema”.

As seis películas são "Galdino Gal e a Rua”, de Bruno Peters e Tryce de Melo; "Start Getting Bothered", de Rafaela Gomes e Sofia Sumavielle; "Heresia", de Miguel Nunes; "Riva", de Rafaela Gomes, Claudia Rocha, Ana Margarida Nogueira, Carolina Martins e José Luís Brás; "O Escritor", de Miguel Nunes; e "Fugaz", de Carina Fernandes e Joana Mafalda Gomes.

Os trabalhos, nos géneros documentário, promocional, ficção e experimental, refletem sobre temas como o músico de rua, o bloqueio criativo, a identidade de género, a responsabilidade cívica, as histórias distópicas ou a efemeridade da vida.

É a nona vez que as “curtas” realizadas na licenciatura e no mestrado em Ciências da Comunicação da UMinho chegam ao Fantasporto, um dos principais festivais do género a nível mundial.

Nos últimos anos a UMinho também tem conseguido maior visibilidade para os filmes dos alunos da Ciências da Comunicação através do evento "Curtas CC” e no “BragaCine”, que, em 2019 premiou, pelo terceiro ano consecutivo, o Instituto de Ciências Sociais da UMinho como “Melhor Escola de Cinema”.

Desde 2017, os cursos da licenciatura e mestrado em Ciências da Comunicação beneficiam de um apoio trienal do Instituto de Cinema e Audiovisual.

Os professores Daniel Brandão, Pedro Portela, Martin Dale e Pedro Flores acompanharam de perto os vários projetos. Daniel Brandão e Pedro Portela realçam "a crescente qualidade que os projetos de final de curso e de mestrado têm vindo a apresentar".

“Os estudantes estão bem preparados para o futuro e querem agora mostrar o seu potencial neste conceituado festival, onde se promove e premeia jovens talentos vindos de todo o país”, diz Martin Dale.

As obras da UMinho concorrem ao “Prémio Cinema Português – Melhor Escola de Cinema”, também disputado por mais sete instituições: a Escola Técnica de Imagem e Comunicação, a Escola Superior Artística do Porto, a Universidade Católica do Porto, a Universidade de Trás os Montes e Alto Douro, a Escola Soares dos Reis, o Instituto Português de Fotografia e o Cine-Reactor24i.

A categoria quer incentivar a melhoria da produção nacional e a acessibilidade dos estudantes de cinema e cineastas ao mundo profissional.

Informação em destaque
Spin-off da UM distinguida pelo Conselho Europeu de Inovação
03 de Agosto, 2020
Gualterianas sem Marcha este ano
03 de Agosto, 2020
Exposições marcam Gualterianas 2020
02 de Agosto, 2020
Paço dos Duques e Castelo abrem às segundas-feiras
03 de Agosto, 2020
Obras de reabilitação na EB1 de Soutelo, em Pinheiro
03 de Agosto, 2020
Atletas da UMinho premiados com Bolsas de Educação
02 de Agosto, 2020
Publicidade