UMinho lidera projeto para investigação microbiana
12 de Fevereiro, 2020

A Universidade do Minho, enquanto sede europeia da Infraestrutura de Investigação de Recursos Microbianos (MIRRI), viu aprovado um projeto de cinco milhões de euros para consolidar e alargar a sua missão ao serviço das ciências biológicas e da bioindústria.

O financiamento provém do Programa Horizonte 2020, da Comissão Europeia. O objetivo é garantir o acesso a um portefólio de meio milhão de microrganismos e sua informação associada, além de serviços altamente especializados e ações de educação e formação profissional contínua.

Por outro lado, além dos atuais 10 países parceiros, que incluem a Federação Russa, quer-se alargar a rede da MIRRI a todos os 27 países da UE, a par de outros países interessados.

Informação em destaque
Guimarães e Braga vão ficar ligadas por um Metrobus
22 de Outubro, 2020
Covid-19: 17 casos no Lar Rainha D. Leonor
22 de Outubro, 2020
Criança infetada com Covid-19 internada com estirpe da doença rara
22 de Outubro, 2020
UMinho estuda relação entre escrita e sofrimento em estudantes universitários
22 de Outubro, 2020
Equipa multidisciplinar de saúde no apoio às escolas
22 de Outubro, 2020
Gunter Pauli aborda paradigma de desenvolvimento económico
22 de Outubro, 2020
Publicidade