UMinho lidera projeto para investigação microbiana
12 de Fevereiro, 2020

A Universidade do Minho, enquanto sede europeia da Infraestrutura de Investigação de Recursos Microbianos (MIRRI), viu aprovado um projeto de cinco milhões de euros para consolidar e alargar a sua missão ao serviço das ciências biológicas e da bioindústria.

O financiamento provém do Programa Horizonte 2020, da Comissão Europeia. O objetivo é garantir o acesso a um portefólio de meio milhão de microrganismos e sua informação associada, além de serviços altamente especializados e ações de educação e formação profissional contínua.

Por outro lado, além dos atuais 10 países parceiros, que incluem a Federação Russa, quer-se alargar a rede da MIRRI a todos os 27 países da UE, a par de outros países interessados.

Informação em destaque
Três mil docentes e não docentes vacinados até 2ªf em Guimarães
17 de Abril, 2021
Programa de Fruta Escolar nas escolas de Guimarães
17 de Abril, 2021
Covid-19: Guimarães com 55 casos/100 mil habitantes
17 de Abril, 2021
Taipas assinala cinquentenário da homenagem a Ferreira de Castro
17 de Abril, 2021
Coelima: BE quer que Governo garanta postos de trabalho
17 de Abril, 2021
JF S. Torcato e SEPNA sensibilizam para limpeza de terrenos
17 de Abril, 2021
Publicidade