Estudo ajuda a detetar riscos no cérebro de fetos
19 de Julho, 2013
Tese de doutoramento de médico do Centro Hospitalar do Alto Ave é inovadora em Portugal e abre campo a novas pesquisas para o estudo de eventuais malformações no cérebro dos fetos.
A avaliação ecográfica do cérebro dos fetos durante a gravidez é um dos maiores desafios para os médicos. As malformações cerebrais são as malformações que mais frequentemente não são detetadas durante a gravidez sendo, muitas vezes, apenas detetadas durantes os primeiros anos de vida. Atento a esta realidade, o médico especialista em Obstetrícia e Ginecologia Rui Miguelote, do Centro Hospitalar do Alto Ave, realizou um projeto de investigação que procurou potenciar e validar o estudo do cérebro fetal por ecografia 3D. Os resultados obtidos, publicados já em revistas internacionais de referência, permitiram validar uma técnica ecográfica de fácil e rápida execução que permite o estudo de estruturas cerebrais, nomeadamente do corpo caloso, diminuído assim o risco de não serem detetadas as malformações desta estrutura durante a gravidez. Este projeto de investigação estudou ainda um grupo de fetos que apresentaram durante a gravidez uma dilatação dos ventrículos cerebrais. Esta alteração, embora não sendo propriamente uma malformação cerebral, está associada a um maior risco de malformações cerebrais associadas. Neste trabalho de investigação, o estudo do córtex cerebral por ecografia, permitiu identificar um novo marcador do desenvolvimento cerebral que poderá tornar mais preciso o aconselhamento e orientação dos pais de fetos com esta alteração e permitir identificar os fetos com esta alteração que apresentam malformações ou atrasos no desenvolvimento do córtex cerebral. O médico vimaranense de 33 anos sublinha ainda que “não existiam estudos nesta área e que estes resultados são muito estimulantes e encorajadores para que mais grupos de investigação Portugueses ou internacionais se debrucem sobre o estudo do córtex fetal por ecografia”.
Informação em destaque
Café com Ambiente assinala Dia Mundial da Água
22 de Março, 2017
UMinho está a mapear as empresas familiares portuguesas
22 de Março, 2017
Hospital de Guimarães debate absentismo de crianças e jovens
21 de Março, 2017
Curtir Ciência celebra Dia Mundial da Água
22 de Março, 2017
José Lopes apresentado como Provedor do Idoso de Guimarães
22 de Março, 2017
Ministro do Trabalho na UM para falar sobre pobreza infantil
21 de Março, 2017
Publicidade