Vizela – Falsa advogada constituída arguida
12 de Abril, 2018

O Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial da GNR de Guimarães, constituiu arguida uma mulher, de 61 anos, que se fazia passar por advogada, em Santo Adrião – Vizela.

A suspeita, que já trabalhou num escritório de advogados, fez-se passar por advogada, lesando um indivíduo em seis mil euros, valor correspondente ao pagamento para a defesa em três processos crime, encontrando-se por isso indiciada pelos crimes de burla, abuso de confiança e procuradoria ilícita.

Na sequência do processo, que teve início há cerca de nove meses, tendo por base a denúncia da vítima, foram realizadas duas buscas, uma domiciliária e uma em viatura, que permitiram apreender documentos relacionados com os crimes em investigação. A suspeita foi sujeita à medida de coação de termo de identidade e residência.

Informação em destaque
ACTG alerta para burla
09 de Julho, 2020
MinhoCovid-19 lança nova plataforma
09 de Julho, 2020
Liga dos Amigos formaliza doação de RX ao Hospital
09 de Julho, 2020
Gualterianas: apresentação de propostas culturais a decorrer
09 de Julho, 2020
CE define Guimarães como uma das 100 Cidades Inteligentes
09 de Julho, 2020
PSP: detido por condução sob a influência de álcool
09 de Julho, 2020
Publicidade