Investigadora da UMinho estuda influências do autismo
02 de Abril, 2018
Uma investigadora da Universidade do Minho está a estudar se o autismo é influenciado por alterações na parte sensorial do cérebro, impedindo a interação social e com o ambiente.
 
O objetivo é perceber os circuitos neuronais por detrás dos comportamentos associados a este distúrbio, que afeta 70 milhões de pessoas no mundo e uma em cada mil crianças em Portugal.
 
Patrícia Monteiro tem 33 anos e já recebeu bolsas de investigação da Organização Europeia de Biologia Molecular, do Centro de Neurociências e Biologia Celular, da Fundação para a Ciência e Tecnologia e do Programa Erasmus.
 
É a primeira cientista radicada em Portugal com a uma das bolsas de pós-doutoramento mais prestigiadas no mundo, sendo atribuída pelo Instituto Federal de Tecnologia de Zurique, na Suíça.
 
A Assembleia Geral das Nações Unidas designou o dia 2 de abril como Dia Mundial da Consciencialização do Autismo, iniciando as comemorações em 2008.
Informação em destaque
AVH: novos corpos sociais tomam posse hoje
22 de Janeiro, 2022
Covid-19: testagem em Moreira de Cónegos este sábado
22 de Janeiro, 2022
Covid-19: Guimarães com 7449 casos/100 mil habitantes
22 de Janeiro, 2022
ENTRETANTO – processos de Criação Artística
22 de Janeiro, 2022
CEC 2012: assinalados 10 anos da cerimónia de abertura
22 de Janeiro, 2022
EL: agenda de campanha, sábado
22 de Janeiro, 2022
Publicidade