Aluno do MIT Portugal da UM premiado por manga de compressão
16 de Janeiro, 2018

Uma manga de compressão desenvolvida por Carlos Gonçalves, aluno de doutoramento do programa MIT Portugal na Universidade do Minho, foi a mais inovadora das ideias incubadas durante dez semanas no Startup Nano, o primeiro programa nacional de aceleração e incubação para startups na área da nanotecnologia.

O programa foi promovido pelo Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL), pelo Centro de Nanotecnologia e Materiais Técnicos, Funcionais e Inteligentes (CeNTI) e com a parceria da Startup Braga.

Desenvolvida no âmbito do doutoramento em Líderes para as Indústrias Tecnológicas (EDAM-LTI) do Programa MIT Portugal na UMinho, a manga de compressão ativa permite auxiliar doentes no tratamento do braço inchado, frequente em portadores do cancro da mama e caracterizada por um aumento do diâmetro do braço, o que provoca dores incapacitantes.

As terapias atuais consistem em compressões no braço feitas por massagens de drenagem linfática e por pressoterapia, com recurso a mangas insufláveis.

Informação em destaque
Professores da ESFH produzem clampes para o Hospital de Guimarães
02 de Abril, 2020
COVID-19: Guimarães regista 131 casos confirmados
02 de Abril, 2020
Área Dedicada à COVID-19 no Centro de Saúde da Amorosa
01 de Abril, 2020
COVID-19: CMG diponibiliza dois espaço isolamento profilático
02 de Abril, 2020
Plano Preventivo: CIM desagradada por Norte não ser prioridade
01 de Abril, 2020
IPCA e empresas parceiras produzem 10 mil viseiras
01 de Abril, 2020
Publicidade