Aluno do MIT Portugal da UM premiado por manga de compressão
16 de Janeiro, 2018

Uma manga de compressão desenvolvida por Carlos Gonçalves, aluno de doutoramento do programa MIT Portugal na Universidade do Minho, foi a mais inovadora das ideias incubadas durante dez semanas no Startup Nano, o primeiro programa nacional de aceleração e incubação para startups na área da nanotecnologia.

O programa foi promovido pelo Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL), pelo Centro de Nanotecnologia e Materiais Técnicos, Funcionais e Inteligentes (CeNTI) e com a parceria da Startup Braga.

Desenvolvida no âmbito do doutoramento em Líderes para as Indústrias Tecnológicas (EDAM-LTI) do Programa MIT Portugal na UMinho, a manga de compressão ativa permite auxiliar doentes no tratamento do braço inchado, frequente em portadores do cancro da mama e caracterizada por um aumento do diâmetro do braço, o que provoca dores incapacitantes.

As terapias atuais consistem em compressões no braço feitas por massagens de drenagem linfática e por pressoterapia, com recurso a mangas insufláveis.

Informação em destaque
Orquestra de Guimarães dedica residência aos 25 anos da CPCJ
18 de Outubro, 2019
Dia das Bandeiras Verdes 2019 no Multiusos de Guimarães
18 de Outubro, 2019
"Fundos de Coesão: Impacto no desenvolvimento na região do Ave"
18 de Outubro, 2019
Grupo de Teatro da ADCL: "Auto da Barca do Inferno"
18 de Outubro, 2019
UNICEF: Projeto de Guimarães destacado
18 de Outubro, 2019
José Valença dá a última aula na UMinho
18 de Outubro, 2019
Publicidade