Aluno do MIT Portugal da UM premiado por manga de compressão
16 de Janeiro, 2018

Uma manga de compressão desenvolvida por Carlos Gonçalves, aluno de doutoramento do programa MIT Portugal na Universidade do Minho, foi a mais inovadora das ideias incubadas durante dez semanas no Startup Nano, o primeiro programa nacional de aceleração e incubação para startups na área da nanotecnologia.

O programa foi promovido pelo Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL), pelo Centro de Nanotecnologia e Materiais Técnicos, Funcionais e Inteligentes (CeNTI) e com a parceria da Startup Braga.

Desenvolvida no âmbito do doutoramento em Líderes para as Indústrias Tecnológicas (EDAM-LTI) do Programa MIT Portugal na UMinho, a manga de compressão ativa permite auxiliar doentes no tratamento do braço inchado, frequente em portadores do cancro da mama e caracterizada por um aumento do diâmetro do braço, o que provoca dores incapacitantes.

As terapias atuais consistem em compressões no braço feitas por massagens de drenagem linfática e por pressoterapia, com recurso a mangas insufláveis.

Informação em destaque
Covid-19: 466 novos casos registados numa semana
15 de Janeiro, 2021
Teleférico de Guimarães encerrado até 30 de janeiro
15 de Janeiro, 2021
Restrições no contexto de confinamento para Guimarães
15 de Janeiro, 2021
‘A Oficina’ suspende atividades e encerra espaços culturais
14 de Janeiro, 2021
Portugal já entrou no novo confinamento
15 de Janeiro, 2021
IPMA: distrito de Braga em alerta devido ao frio
15 de Janeiro, 2021
Publicidade