SEP denuncia caos nas Urgências do HSO
11 de Janeiro, 2018
O Sindicato de Enfermeiros Portugueses (SEP) denunciou o "caos" na urgência do Hospital de Guimarães e a "visível falta de recursos humanos e materiais".
Em comunicado, o SEP refere ainda que, em resultado de uma maior afluência aquele serviço, os tempos de espera são ultrapassados “muito para além do desejável", existindo doentes em maca nas salas de triagem e demais espaços livres, e afirma que se "tornou mais visível a falta de recursos humanos e materiais, comparativamente a outras épocas do ano".
Confrontado com as acusações e denúncias do SEP, em resposta por escrito, a administração do Hospital de Guimarães "desmente categoricamente e de forma absoluta, qualquer tipo de caos na urgência, tempos de espera além do desejável e falta de recursos humanos e materiais", embora reconheça um aumento do acesso ao Serviço de Urgência.
Sobre os tempos de espera, o hospital garante no Serviço de Urgência "têm estado perfeitamente dentro do adequado".
Informação em destaque
Seminário “A Vítima e os Serviços de Apoio”
22 de Maio, 2018
Instituto de Educação da UMinho celebra aniversário
21 de Maio, 2018
43ª Confraternização Ponte-S.Torcato em bicicleta
20 de Maio, 2018
‘O Cineclube e a Cidade 1958-2018’
21 de Maio, 2018
Green Week: Programa Eco Cultural adiado
22 de Maio, 2018
UM: Inscrições abertas para o Verão no Campus 2018
22 de Maio, 2018
Publicidade