SEP denuncia caos nas Urgências do HSO
11 de Janeiro, 2018
O Sindicato de Enfermeiros Portugueses (SEP) denunciou o "caos" na urgência do Hospital de Guimarães e a "visível falta de recursos humanos e materiais".
Em comunicado, o SEP refere ainda que, em resultado de uma maior afluência aquele serviço, os tempos de espera são ultrapassados “muito para além do desejável", existindo doentes em maca nas salas de triagem e demais espaços livres, e afirma que se "tornou mais visível a falta de recursos humanos e materiais, comparativamente a outras épocas do ano".
Confrontado com as acusações e denúncias do SEP, em resposta por escrito, a administração do Hospital de Guimarães "desmente categoricamente e de forma absoluta, qualquer tipo de caos na urgência, tempos de espera além do desejável e falta de recursos humanos e materiais", embora reconheça um aumento do acesso ao Serviço de Urgência.
Sobre os tempos de espera, o hospital garante no Serviço de Urgência "têm estado perfeitamente dentro do adequado".
Informação em destaque
Dia Internacional das Pessoas com Deficiência
03 de Dezembro, 2020
Webinar Proximcity realiza-se esta quinta-feira
03 de Dezembro, 2020
'Guimarães, Cidade Natal" entre 4 Dez e 2 Jan
03 de Dezembro, 2020
“Pai Natal Verde” chega a mais de 10 mil crianças
03 de Dezembro, 2020
CMG destina 80 mil euros ao comércio e restauração
03 de Dezembro, 2020
Médico do HSO acusado de homicídio por negligência
03 de Dezembro, 2020
Publicidade