Parque automóvel das prisões reforçado
07 de Junho, 2013
O processo de aquisição de 42 novas viaturas celulares, para reforçar o parque automóvel dos estabelecimentos prisionais, está “em fase final”, esperando-se “a qualquer momento” a entrega das primeiras, foi esta quinta-feira anunciado. Em comunicado, a Direção-Geral da Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP) reagia, assim, ao requerimento que a deputada do PCP Carla Cruz enviou ao Governo sobre a alegada inoperacionalidade dos carros celulares do Estabelecimento Prisional (EP) de Guimarães. Em relação do caso concreto do EP de Guimarães, a DGRSP afirma que “não é verdade que não tenha ao seu serviço nenhum carro celular”. A Direção-Geral esclarece ainda que o trabalho de deslocação de reclusos em diligências ao exterior obedece a uma planificação prévia e global a todo o sistema prisional e que, entre outras variáveis, tem em consideração a segurança de quem é transportado e dos cidadãos em geral. Diz ainda que o número de viaturas inoperacionais “varia diariamente” em função das avarias registadas e do volume de viaturas que, após passarem pelos serviços de manutenção e de reparação, volta a circular.
Informação em destaque
Pedro Arezes reconduzido na presidência da EEUM
30 de Setembro, 2022
Bolsas de estudo com candidaturas abertas
30 de Setembro, 2022
PSD:‘descontentamento’ por Guimarães estar fora da Linha de Alta Velocidade
29 de Setembro, 2022
Encontro de Arte Participativa no CCVF
30 de Setembro, 2022
CMG apresenta projeto-piloto à CP para ligação Guimarães-Lordelo
30 de Setembro, 2022
Fafe é palco da 32ª conferência anual da AEMI
30 de Setembro, 2022
Publicidade