Plano e orçamento para 2017 aprovado
27 de Outubro, 2016
A proposta de plano e orçamento para 2017 da câmara municipal de Guimarães foi aprovada esta quinta-feira, em sede de reunião de executivo, pela maioria socialista, com os votos contra do CDS e PSD e a abstenção da CDU. O orçamento para 2017 ascenderá aos 105,9 milhões de euros, correspondendo à aplicação das receitas correntes e de capital. Um orçamento que assenta em três compromissos principais: sustentabilidade ambiental, a afirmação de Guimarães como Cidade da Europa e do Mundo e a correcção das assimetrias sociais e territoriais.
 
Os vereadores da coligação “Juntos por Guimarães” votaram negativamente a proposta. André Coelho Lima apresenta dois aspectos que justificam este sentido de voto: o facto de a câmara continuar a não auscultar os partidos da oposição na preparação do orçamento, e, no âmbito da política fiscal, pelo facto de a autarquia arrecadar mais receitas que as despesas que prevê gastar até ao final do mandato.
 
Já a CDU absteve-se. O vereador Torcato Ribeiro aponta que este não é o orçamento da CDU, justificando que o orçamento acrescenta pouco aquilo que já era conhecido e que pouco é investido na área da mobilidade e dos transportes. O vereador da CDU fala, também, de um orçamento de fim de mandato.
 
O autarca vimaranense nega que este seja um orçamento de ano de eleições, até porque, refere que as obras inscritas no orçamento terão início em 2017 mas a previsão para o seu fim será em 2018. Domingos Bragança aponta que este orçamento terá por base os fundos europeus do quadro comunitário Portugal 2020.
Informação em destaque
Universidade Sénior Teófilo Braga inaugura instalações
20 de Janeiro, 2018
Cantar dos Reis no Paço dos Duques e nas Taipas
20 de Janeiro, 2018
Centro de Estudos do Desporto – Guimarães
19 de Janeiro, 2018
'Turismo enogastronómico em Guimarães'
20 de Janeiro, 2018
Luís Soares eleito presidente do PS/Guimarães
20 de Janeiro, 2018
Festas em honra de S. Sebastião e Santo Amaro
20 de Janeiro, 2018
Publicidade