CjG considera valores dos apoios às colectividades “insuficiente”
10 de Fevereiro, 2016

Foi aprovado na última reunião de câmara a atribuição de 61 mil euros de apoio financeiro a mais de 60 instituições de cariz cultural do concelho.

Um valor que a Coligação Juntos por Guimarães considera ser "insuficiente". Ricardo Araújo, do PSD, frisou que esse valor "não é actualizado há vários anos". O vereador considera que a autarquia deve “valorizar e respeitar mais” o trabalho levado a cabo pelos grupos e colectividades do concelho.

Na resposta, o presidente da câmara, Domingos Bragança, explicou que estes protocolos de descentralização cultural correspondem "apenas a uma forma de financiamento" e que o valor total do apoio muitas vezes é bastante superior ao aprovado nas reuniões de câmara.

Informação em destaque
Terceira edição do Eco Parlamento
25 de Maio, 2018
PEV: Tertúlia e exposição em Guimarães
25 de Maio, 2018
A visão e a arquitectura marcam o 27º encontro do PubhD UMinho
24 de Maio, 2018
‘Cinema e Cinefilia em Guimarães 1895-1957’
25 de Maio, 2018
Escola de Fafião vai ser requalificada
25 de Maio, 2018
'África Minha' na UF da cidade
25 de Maio, 2018
Publicidade