Ciência Viva de Guimarães: duas dezenas de módulos de sete áreas do conhecimento
20 de Dezembro, 2015

O Centro Ciência Viva de Guimarães - Curtir Ciência, em funcionamento desde esta sexta-feira, 18 de dezembro, conta com cerca de duas dezenas de módulos de sete áreas do conhecimento diferentes ocupam o espaço físico das antigas instalações da Fábrica Âncora, em Couros.

O Centro de Ciência Viva de Guimarães permite observar, no local, vestígios da manufatura das peles nos tanques e conhecer o processo de curtimenta na Zona de Couros, através da sua arquitetura, da relação do seu traçado urbano com o rio e da sua toponímia.

O “Curtir Ciência”, uma alusão direta à tradição dos curtumes, é o 20º Centro a integrar a Rede Ciência Viva. Está aberto ao público durante seis dias da semana, entre as 10 e as 18 horas, encerrando apenas à segunda-feira, e nos dias 24, 25 e 31 de dezembro e 01 de janeiro.

De terça a sexta-feira, abre às 10 e encerra às 18 horas, enquanto aos fins de semana e feriados a abertura acontece às 11 horas e o encerramento às 19 horas.

Informação em destaque
Parlamento dos Jovens no Colégio do Ave
18 de Janeiro, 2019
Concurso de Ideias Projeto Empreendedorismo 2018/19
17 de Janeiro, 2019
“Portugal 2020 – Incentivos ao Investimento”
16 de Janeiro, 2019
Noite de Reis na ADCL
18 de Janeiro, 2019
Estrutura de Missão convoca vimaranenses
18 de Janeiro, 2019
Prisão preventiva para suspeitos de tráfico
18 de Janeiro, 2019
Publicidade