Conselho Consultivo reuniu ontem na UM
20 de Novembro, 2015

Juntar o conhecimento científico da Universidade do Minho à experiência das empresas têxteis, criando através da tecnologia mais produtos inovadores, permitirá transformar a região do Vale do Ave na «Fábrica da Europa», tendo como referência o concelho de Guimarães, «coração da indústria têxtil em Portugal», onde está concentrada «80% das empresas» que laboram neste setor.

Esta foi uma das conclusões que resultaram da quinta reunião do Conselho Consultivo para o Investimento e Emprego, promovida pelo Presidente do Município de Guimarães, que decorreu no Polo de Azurém da UMinho, esta quinta-feira, 19 de novembro, subordinada ao tema “A importância dos cursos têxteis na economia nacional”, reunindo mais de meia centena de participantes.

Durante o encontro, foi abordada a importância de continuar a beneficiar os laboratórios do Departamento de Engenharia Têxtil e o Centro de Ciência e Tecnologia Têxtil, com o objetivo de gerar novas gerações de profissionais do ramo.

Informação em destaque
Espetáculo de teatro apoia Fundo Social de Emergência
20 de Outubro, 2017
Tertúlia "Guimarães: memórias sobre automóveis"
20 de Outubro, 2017
Carlos Guimarães lança nova obra
20 de Outubro, 2017
Exposição de fotografia de Manuel Correia
20 de Outubro, 2017
CMG: Primeira reunião do novo mandato do executivo
19 de Outubro, 2017
PSP: Detenção pela prática de roubos na via pública
20 de Outubro, 2017
Publicidade