Coligação “Juntos Por Guimarães”: Segurança no Centro Histórico
06 de Novembro, 2015
Face aos incidentes do passado fim-de-semana no Centro Histórico de Guimarães, a Coligação 'Juntos Por Guimarães' defende, em comunicado, que segurança e videovigilância “são temas que não devem ser objeto de discussão ou debate na sequência de uma tragédia”.
A Coligação “recomenda aos agentes políticos uma postura de serenidade que não contribua para o alarme social e que não perturbe uma discussão que há muito deveria e poderia ter sido feita”, notando que os membros da Coligação são “favoráveis à videovigilância na zona classificada”.
No mesmo comunicado, pode ler-se que “a tomada de posições públicas apressadas, ainda sem que fossem conhecidos os factos, ou a ponderação de opções políticas com base em eventos trágicos como os que recentemente ocorreram podem representar imaturidade, imponderação e até ausência do sentido de responsabilidade que se exige nestes momentos”.
A Coligação 'Juntos Por Guimarães' aponta que “de facto Guimarães tem sido surpreendida com uma sucessão de eventos trágicos num curto espaço de tempo. Mas que são matéria do foro policial e forense, não são matérias do foro político”.
Informação em destaque
Espetáculo evoca lendas de Guimarães
22 de Julho, 2017
Festivais de Folclore em Pevidém, Serzedelo e VNSande
22 de Julho, 2017
Universidade do Minho atribui prémio a jovens designers
22 de Julho, 2017
Emília Gonçalves apresenta livro de poemas
22 de Julho, 2017
CJpG: Salvador Caeiro Brás candidato a Azurém
22 de Julho, 2017
Noites de Verão, em Creixomil
22 de Julho, 2017
Publicidade