Candidatura de Couros a Património Mundial
15 de Outubro, 2015

A proposta de candidatura da zona de Couros a Património Mundial da Humanidade da UNESCO foi apresentada, esta manhã, na reunião do executivo vimaranense.

A apresentação foi feita pela responsável da candidatura, a arquitecta Alexandra Gesta.

A proposta visa o alargamento da área classificada pela UNESCO em 2001 que abarca o Centro Histórico da cidade, com uma duplicação da área património mundial.

A área tampão é multiplicada por cinco. No caso de a candidatura ser bem-sucedida, a área de proteção passará a ser cinco vezes superior à atual, criando-se uma zona tampão desde o topo da montanha da Penha, onde nasce a ribeira de Couros, à Veiga de Creixomil, foz de cursos de água.

O pedido de inscrição da Zona de Couros na lista indicativa para o alargamento da área classificada já foi entregue na Comissão Nacional da UNESCO.

A proposta acrescenta os 24,10 hectares da Zona de Couros aos 19,45 hectares do Centro Histórico, o que perfaz um total de 43,55 hectares. Com esta ampliação, a zona de proteção quintuplicaria, passando dos atuais 102,50 hectares para os 581,66 hectares, contribuindo para isso os 483,95 hectares da área tampão a classificar.

Informação em destaque
Espetáculo evoca lendas de Guimarães
22 de Julho, 2017
Festivais de Folclore em Pevidém, Serzedelo e VNSande
22 de Julho, 2017
Universidade do Minho atribui prémio a jovens designers
22 de Julho, 2017
Emília Gonçalves apresenta livro de poemas
22 de Julho, 2017
CJpG: Salvador Caeiro Brás candidato a Azurém
22 de Julho, 2017
Noites de Verão, em Creixomil
22 de Julho, 2017
Publicidade