Passos Coelho e Paulo Portas formalizaram acordo em Guimarães
17 de Maio, 2015
Pedro Passos Coelho e Paulo Portas juntaram-se ontem em Guimarães para formalizar o acordo de coligação para as Legislativas 2015 e para assinalar um ano da saída da Troika do país. Perante cerca de 1500 militantes e simpatizantes, o presidente do PSD, garantiu que a coligação não entra em “promessas fáceis, ilusões ou facilidades”, e que se rege pela “responsabilidade e exigência”. Passos Coelho frisou que a coligação “nunca fez o que era mais fácil” e “nunca atirou a toalha ao chão”.
 
Já o líder do CDS explicou as razões da coligação PSD-CDS, referindo que são “os dois partidos fundadores da democracia”. Para Paulo Portas começar a aliança em Guimarães “é uma homenagem à nação”.
 
O líder do PSD de Guimarães, André Coelho Lima, aproveitou o momento para agradecer ao Governo, mostrando-se satisfeito pelo voto de confiança da coligação PSD-CDS em ter escolhido Guimarães para a assinatura do acordo.
Informação em destaque
Workshop Ibero Brasileiro sobre Áreas Protegidas
23 de Maio, 2019
Aventura Non-Stop Solidária
23 de Maio, 2019
UMinho entrega Bolsas de Excelência
22 de Maio, 2019
Exposição "Antigos Instrumentos de Tortura
23 de Maio, 2019
Campanha: Eleições Europeias 2019
23 de Maio, 2019
Alunos de Ciências da Comunicação organizam “Fórum Cultural”
23 de Maio, 2019
Publicidade