Passos Coelho e Paulo Portas formalizaram acordo em Guimarães
17 de Maio, 2015
Pedro Passos Coelho e Paulo Portas juntaram-se ontem em Guimarães para formalizar o acordo de coligação para as Legislativas 2015 e para assinalar um ano da saída da Troika do país. Perante cerca de 1500 militantes e simpatizantes, o presidente do PSD, garantiu que a coligação não entra em “promessas fáceis, ilusões ou facilidades”, e que se rege pela “responsabilidade e exigência”. Passos Coelho frisou que a coligação “nunca fez o que era mais fácil” e “nunca atirou a toalha ao chão”.
 
Já o líder do CDS explicou as razões da coligação PSD-CDS, referindo que são “os dois partidos fundadores da democracia”. Para Paulo Portas começar a aliança em Guimarães “é uma homenagem à nação”.
 
O líder do PSD de Guimarães, André Coelho Lima, aproveitou o momento para agradecer ao Governo, mostrando-se satisfeito pelo voto de confiança da coligação PSD-CDS em ter escolhido Guimarães para a assinatura do acordo.
Informação em destaque
Mulher que ateou fogo à casa com os filhos lá dentro fica em liberdade
25 de Abril, 2017
Detenção por resistência e coação a Agente de Autoridade
24 de Abril, 2017
“Livre com um Livro” na PAC
23 de Abril, 2017
"Culminar" de Guilherme Glória
25 de Abril, 2017
Comemorações 25 de Abril
25 de Abril, 2017
‘Sons da Liberdade’ no CCVF
24 de Abril, 2017
Publicidade