PDM privilegia atividades económicas e aumenta área verde
17 de Abril, 2015
A Câmara Municipal de Guimarães aprovou a proposta de revisão do Plano Diretor Municipal (PDM), documento estratégico que define as regras para o uso, ocupação e gestão do território, com forte impacto na vida do Município, que influencia a realização de projetos, intenções, investimentos e obras a concretizar.
Na proposta apresentada por Domingos Bragança, aprovada em reunião do Executivo Municipal realizada esta quinta-feira, o novo PDM privilegia a atividade económica e aumenta a área verde disponível, reduzindo a área de construção em cerca de 20%.
Relativamente à área de construção disponível, verifica-se um aumento da densidade de construção para favorecer a criação de núcleos populacionais.
O presidente da câmara, Domingos Bragança, sublinhou que a nova orientação aponta para o combate à dispersão da construção.
O Plano Diretor Municipal de Guimarães será agora remetido para aprovação em sede de Assembleia Municipal e posterior publicação em Diário da República, entrando de imediato em vigor.
Até à resolução de uma ação judicial em curso, relativamente à classificação de um terreno da Cidade Desportiva, a Câmara Municipal assumiu o compromisso de transpor na íntegra a decisão do tribunal para o PDM.
Informação em destaque
Espetáculo evoca lendas de Guimarães
22 de Julho, 2017
Festivais de Folclore em Pevidém, Serzedelo e VNSande
22 de Julho, 2017
Universidade do Minho atribui prémio a jovens designers
22 de Julho, 2017
Emília Gonçalves apresenta livro de poemas
22 de Julho, 2017
CJpG: Salvador Caeiro Brás candidato a Azurém
22 de Julho, 2017
Noites de Verão, em Creixomil
22 de Julho, 2017
Publicidade