Centro Ciência Viva abre este ano em Guimarães
13 de Janeiro, 2015
O Município de Guimarães, a Ciência Viva - Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica e a Universidade do Minho assinaram esta segunda-feira, um protocolo para a atribuição do estatuto de “Centro Ciência Viva” ao projeto que se encontra a ser instalado na antiga fábrica Âncora, no Campus Universitário de Couros, em Guimarães.
O acordo foi formalizado durante a cerimónia de inauguração da exposição “Era uma vez... Ciência para quem gosta de histórias”, no Instituto de Design.
Para Rosalia Vargas, Presidente da Ciência Viva - Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica, este é «um projeto inspirador», cujo espaço será ocupado pela «moderna museologia científica».
O Reitor António M. Cunha congratulou-se pela oficialização da parceria no sentido de «divulgar ciência no espaço de Couros da Universidade do Minho».
Informação em destaque
Comissão Europeia distingue Guimarães com o selo URBACT
28 de Junho, 2017
Tempo Livre promove Oficinas de Verão
28 de Junho, 2017
V Congresso Português de Alimentação e Autarquias
27 de Junho, 2017
Exposição: ‘Um Século, Dez Lápis, Cem Desenhos’
28 de Junho, 2017
PS: José Vaz candidato à UF de Souto St.Maria, S.Salvador e Gondomar
28 de Junho, 2017
Aluna da UMinho distinguida com Prémio Europeu António Sousa Franco
28 de Junho, 2017
Publicidade