Centro Ciência Viva abre este ano em Guimarães
13 de Janeiro, 2015
O Município de Guimarães, a Ciência Viva - Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica e a Universidade do Minho assinaram esta segunda-feira, um protocolo para a atribuição do estatuto de “Centro Ciência Viva” ao projeto que se encontra a ser instalado na antiga fábrica Âncora, no Campus Universitário de Couros, em Guimarães.
O acordo foi formalizado durante a cerimónia de inauguração da exposição “Era uma vez... Ciência para quem gosta de histórias”, no Instituto de Design.
Para Rosalia Vargas, Presidente da Ciência Viva - Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica, este é «um projeto inspirador», cujo espaço será ocupado pela «moderna museologia científica».
O Reitor António M. Cunha congratulou-se pela oficialização da parceria no sentido de «divulgar ciência no espaço de Couros da Universidade do Minho».
Informação em destaque
Canil vai ter Sala de Cirurgia para Esterilizações
20 de Fevereiro, 2018
HSO trata tumores por termoablação percutânea
19 de Fevereiro, 2018
UMinho comemora 44º aniversário
19 de Fevereiro, 2018
11 curtas-metragens da UMinho no Fantasporto
20 de Fevereiro, 2018
PSD: Concelhia de Guimarães felicita militantes eleitos
20 de Fevereiro, 2018
TecMinho promove workshop para ajudar na procura de emprego
20 de Fevereiro, 2018
Publicidade