Centro Ciência Viva abre este ano em Guimarães
13 de Janeiro, 2015
O Município de Guimarães, a Ciência Viva - Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica e a Universidade do Minho assinaram esta segunda-feira, um protocolo para a atribuição do estatuto de “Centro Ciência Viva” ao projeto que se encontra a ser instalado na antiga fábrica Âncora, no Campus Universitário de Couros, em Guimarães.
O acordo foi formalizado durante a cerimónia de inauguração da exposição “Era uma vez... Ciência para quem gosta de histórias”, no Instituto de Design.
Para Rosalia Vargas, Presidente da Ciência Viva - Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica, este é «um projeto inspirador», cujo espaço será ocupado pela «moderna museologia científica».
O Reitor António M. Cunha congratulou-se pela oficialização da parceria no sentido de «divulgar ciência no espaço de Couros da Universidade do Minho».
Informação em destaque
Debate sobre política regional e fundos europeus
16 de Outubro, 2019
Ação de sensibilização no âmbito da Operação Censos Sénior
16 de Outubro, 2019
Fibrenamics promove 'Business Talks' para apoiar indústria
16 de Outubro, 2019
Exposição "histórias pintadas com porta à berta"
16 de Outubro, 2019
Projeto “O Ave para Todos” envolve comunidade
16 de Outubro, 2019
“IPCAliza-te 2019” decorre de 20 a 25 de outubro
16 de Outubro, 2019
Publicidade