Aprovada proposta de “repúdio” pela exclusão da Fraterna
22 de Março, 2013
Foi aprovada esta quinta-feira, em reunião de câmara, a proposta onde o executivo manifesta repúdio pelo “caracter discriminatório” com que o Centro Distrital da Segurança Social excluiu a Fraterna do Programa de Ajuda Alimentar a Carenciados. A proposta foi aprovada com os votos a favor do PS e da CDU. O PSD votou contra. O autarca vimaranense, António Magalhães, tem agora como objectivo remeter a queixa ao Presidente da República, ao Primeiro – Ministro, e à Comissão Europeia, mas mostra-se convicto que a situação será corrigida. A CDU votou a favor da proposta por considerar que “este retirar de competências à Fraterna” não é o caminho para resolver os problemas sociais. Já o PSD, que votou contra a proposta, fundamentou a sua posição com facto de a proposta apresentada pelo executivo conter algumas imprecisões, concretamente quanto ao número de famílias abrangidas por este Programa de Apoio a Carenciados.
Informação em destaque
Universidade Sénior Teófilo Braga inaugura instalações
20 de Janeiro, 2018
Cantar dos Reis no Paço dos Duques e nas Taipas
20 de Janeiro, 2018
Centro de Estudos do Desporto – Guimarães
19 de Janeiro, 2018
'Turismo enogastronómico em Guimarães'
20 de Janeiro, 2018
Luís Soares eleito presidente do PS/Guimarães
20 de Janeiro, 2018
Festas em honra de S. Sebastião e Santo Amaro
20 de Janeiro, 2018
Publicidade