S.Torcato quer ser Capital Municipal da Cultura Popular
11 de Dezembro, 2014

S.Torcato quer ser classificada como a Capital Municipal da Cultura Popular.

O desafio foi lançado pelo Presidente da Junta de Freguesia, Bruno Fernandes, no decorrer da quarta reunião de Câmara descentralizada realizada, esta quinta-feira, no Pavilhão Gimnodesportivo da Escola EB 2,3 de São Torcato. Bruno Fernandes lançou ainda a ideia para que em 2016, assinalando o galardão e partindo daquilo que são já os eventos culturais de cariz popular que a Vila tem, “seja elaborada uma proposta de programação cultural”. Já no final da reunião camarária, em declarações aos jornalistas, o autarca vimaranense, Domingos Bragança, considerou a ideia interessante e “com pernas para andar”.

A ideia agradou e é vista “com bons olhos”, também, pelos partidos com assento no executivo. O vereador do PSD, André Coelho Lima, disse que “faz todo o sentido” a atribuição deste galardão a S.Torcato, “terra com forte movimento associativo e onde se realizam eventos de cariz popular ao longo de todo o ano”. O vereador da CDU comunga da mesma ideia. Torcato Ribeiro entende que S.Torcato “tem características para adoptar o estatuto de Capital Municipal da Cultura Popular”. A proposta será agora analisada pelo pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Guimarães.

Foto: Paulo Pacheco (CMG)

Informação em destaque
Seminário “A Vítima e os Serviços de Apoio”
22 de Maio, 2018
Instituto de Educação da UMinho celebra aniversário
21 de Maio, 2018
43ª Confraternização Ponte-S.Torcato em bicicleta
20 de Maio, 2018
‘O Cineclube e a Cidade 1958-2018’
21 de Maio, 2018
Green Week: Programa Eco Cultural adiado
22 de Maio, 2018
UM: Inscrições abertas para o Verão no Campus 2018
22 de Maio, 2018
Publicidade