PSD: 'Início do ano lectivo pode estar comprometido'
08 de Setembro, 2014
A poucos dias do início do novo ano lectivo ainda não há resposta à providência cautelar interposta pela câmara de Guimarães, em Julho passado, para tentar travar o anunciado encerramento de três escolas do 1.º ciclo do concelho.
Recorde-se que em causa estão as escolas de Gonça, Rendufe e Souto S. Salvador, todas previsivelmente com mais de 21 alunos.
A preocupação foi levada à última reunião de executivo pela vereadora da Coligação PSD / CDS-PP, Helena Soeiro que diz que seja qual for o cenário, de continuidade ou tranferência nos estabelecimentos de ensino, o processo está atrasado e o incio do ano lectivo comprometido para as crianças.
Helena Soeiro responsabiliza a autarquia vimaranense neste processo por não ter agido em tempo últil.
Informação em destaque
Espetáculo evoca lendas de Guimarães
22 de Julho, 2017
Festivais de Folclore em Pevidém, Serzedelo e VNSande
22 de Julho, 2017
Universidade do Minho atribui prémio a jovens designers
22 de Julho, 2017
Emília Gonçalves apresenta livro de poemas
22 de Julho, 2017
CJpG: Salvador Caeiro Brás candidato a Azurém
22 de Julho, 2017
Noites de Verão, em Creixomil
22 de Julho, 2017
Publicidade