PSD diz que portaria do Ministério da Saúde é ambígua
15 de Abril, 2014
A Comissão Política do PSD-Guimarães considera que a publicação da portaria que categoriza as unidades hospitalares é 'ambígua e de difícil compreensão para o cidadão comum, o que lança na população compreensível e justificada preocupação'.
Ainda assim, os social-democratas dizem, em comunicado enviado às redações, que 'da portaria em questão não se verifica, em momento algum do articulado, qualquer decisão concreta da qual resulte que o Centro Hospitalar do Alto Ave (CHAA) vá perder quaisquer valências até ao final do ano de 2015'.
Pode ainda ler-se que, depois dos esclarecimentos do CHAA e da ARS Norte de que 'a portaria não representa um impacto direto, nem imediato no perfil assistencial das unidades da região Norte', insistir nesta questão, diz o PSD, 'manifesta uma tentativa de instrumentalização da população'.
E aponta críticas ao presidente da Câmara Municipal de Guimarães, referindo que este deveria obter esclarecimentos junto da tutela 'antes de atuar com vista à colheita de benefícios políticos', pode ler-se.
Informação em destaque
Comissão Europeia distingue Guimarães com o selo URBACT
28 de Junho, 2017
Tempo Livre promove Oficinas de Verão
28 de Junho, 2017
V Congresso Português de Alimentação e Autarquias
27 de Junho, 2017
Exposição: ‘Um Século, Dez Lápis, Cem Desenhos’
28 de Junho, 2017
PS: José Vaz candidato à UF de Souto St.Maria, S.Salvador e Gondomar
28 de Junho, 2017
Aluna da UMinho distinguida com Prémio Europeu António Sousa Franco
28 de Junho, 2017
Publicidade