CDS de Guimarães lamenta aprovação da eutanásia
06 de Fevereiro, 2021
O CDS de Guimarães lamenta a aprovação da legalização da eutanásia pelo Parlamento. Em comunicado, o CDS justifica esta posição “por rejeitar, por um lado, que a solução para a doença e o sofrimento seja a morte provocada por um terceiro, ainda que a pedido e, por outro lado, por entender que a experiência dos poucos países que a contemplam é manifestamente negativa”.
No mesmo comunicado pode ler-se que o CDS de Guimarães "promoverá uma ampla discussão sobre a matéria, permanecendo ao lado de todos quantos ainda não desistiram de a tentar travar, tendo decidido levar a efeito um ciclo de conferências destinado a debater temas pungentes da atualidade com a sociedade civil, a primeira das quais dedicada à Europa e à respetiva resposta à crise que vivemos, a ter lugar já nos próximos dias". A segunda, que ocorrerá no fim do mês, será "subordinada ao tema do sofrimento em fim de vida e, consequentemente, à eutanásia", indica o comunicado emito pelo CDS Guimarães.
Informação em destaque
Programa Mentorias UMinho 2021 já arrancou
05 de Março, 2021
Nova Ágora 2021 começa esta sexta-feira
05 de Março, 2021
Guimarães implementa projeto que premeia cidadãos que reciclam
05 de Março, 2021
Lions promove debate sobre 'Inteligência Artificial'
05 de Março, 2021
PSD: Bruno Fernandes confirmado como candidato à Câmara
04 de Março, 2021
Circulação entre concelhos volta a estar proibida a partir das 20h
05 de Março, 2021
Publicidade