PSD de Guimarães reclama apoios eficazes para o comércio
18 de Janeiro, 2021

O PSD de Guimarães reclama apoios eficazes para o comércio local. Em nota enviada às redações, os social-democratas realçam que ‘não há nenhuma explicação para que não tenham ainda sido tomadas medidas eficazes de apoio ao comércio e à restauração’.

Referem ainda que ‘medidas como o quiosque eletrónico, são operações de maquilhagem, manobras de propaganda, impróprias em qualquer momento, mas particularmente perigosas num momento em que as empresas precisam de medidas urgentes’.

O PSD já havia criticado a plataforma digital Proximcity na última reunião do executivo quando o vereador Hugo Ribeiro defendeu que a resposta de que o comércio carece tem de resultar em liquidez imediata, o que não aconteceu com a atribuição dos vouchers. Dos 40 mil euros da medida, ‘apenas 1.350 euros chegaram à economia’.

No mesmo comunicado, o PSD relembra que, já em abril, propôs à autarquia a criação de um fundo de apoio ao comércio tradicional. A proposta apontava para a criação de um fundo com um montante aproximado de um milhão de euros. Os apoios seriam dirigidos a microempresas com volume de negócios de cerca de 300 mil euros, com até 10 trabalhadores.

Informação em destaque
Programa Mentorias UMinho 2021 já arrancou
05 de Março, 2021
Nova Ágora 2021 começa esta sexta-feira
05 de Março, 2021
Guimarães implementa projeto que premeia cidadãos que reciclam
05 de Março, 2021
Lions promove debate sobre 'Inteligência Artificial'
05 de Março, 2021
PSD: Bruno Fernandes confirmado como candidato à Câmara
04 de Março, 2021
Circulação entre concelhos volta a estar proibida a partir das 20h
05 de Março, 2021
Publicidade