PSD defende reflexão sobre perda de população no concelho
21 de Julho, 2020

A perda de população que o concelho de Guimarães tem registado tem de ser alvo de reflexão.

A ideia é defendida pelo PSD. O vereador Bruno Fernandes lançou a questão esta semana em sede de reunião de executivo, referindo os dados do Instituto Nacional de Estatística que mostram que Guimarães vem a perder população há mais de duas décadas. Só nos últimos oito anos, o concelho perdeu 5739 habitantes.

O presidente da Câmara, Domingos Bragança, identifica a causa como sendo a falta de terrenos urbanizáveis e consequente falta de oferta de habitação nas freguesias de franja do concelho, nomeadamente as que estão próximas de Vizela, Fafe e Famalicão.

O autarca, que falava ontem em sede de reunião de câmara, referiu que, sem prejuízo de um planeamento urbanístico tecnicamente capaz, é necessário que o Plano Diretor Municipal tenha em conta as reais necessidades das populações.

Em relação ao centro da cidade, Domingos Bragança destacou as políticas que estão em curso e que têm como objetivo a criação de zonas de habitação de custo acessível, para dar resposta às famílias com rendimentos médios. Exemplos dessas políticas são os projetos do Monte Cavalinho e da requalificação da zona entre a Avenida D. João IV e a Rua do Colégio Militar.

Informação em destaque
Tempo Livre: Implicações da interrupção do programa Vida Feliz
27 de Janeiro, 2021
CMG atribui apoios a projetos sociais de intervenção comunitária
27 de Janeiro, 2021
Covid-19: Guimarães com mais 547 novos casos
26 de Janeiro, 2021
Intervenção de restauro no Castelo de Guimarães
27 de Janeiro, 2021
PSD Guimarães debate 'Urbanismo e Sustentabilidade'
27 de Janeiro, 2021
Grafeno lança luz sobre comportamento dos supercondutores
27 de Janeiro, 2021
Publicidade