Guimarães repudia o desrespeito da TAP em relação ao norte
27 de Maio, 2020

O Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, repudiou já publicamente a estratégia da retoma da atividade da TAP, que prevê apenas dois destinos internacionais (Paris e Luxemburgo) a partir do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Norte do País, juntando ainda ligações a Lisboa e Funchal.

Em comunicado divulgado, o autarca vimaranense refere que “numa altura em que o país está a realizar um enorme esforço no âmbito da retoma económica, e considerando a Região Norte como o principal motor da economia, esta medida restritiva da TAP não se coaduna com o esforço das entidades, organizações, empresas e até do próprio Governo, pelas medidas completamente desajustadas num serviço essencial pela ligação à rota internacional”.

Domingos Bragança sublinha ainda, pode ler-se, “a enorme falta de decência em relação à Região Norte”, principalmente quando se trata de “uma empresa como a TAP, financiada pelo Estado, e que deveria assumir o papel de servir o País, evitando qualquer tipo de assimetrias”.

Informação em destaque
PSD de Guimarães saúda candidatura de António Cunha
24 de Setembro, 2020
PAN Guimarães questiona escolas sobre remoção do amianto
24 de Setembro, 2020
Executivo Municipal aprova obras para valorização do território
24 de Setembro, 2020
Dia Mundial do Turismo com descontos em Guimarães
23 de Setembro, 2020
Presidente do CDS em Guimarães na tomada de posse da Concelhia
24 de Setembro, 2020
Porto e Norte nomeado "Melhor Destino Europeu de Património"
24 de Setembro, 2020
Publicidade