CDS defende medidas de apoio à retoma da economia
11 de Maio, 2020

O grupo parlamentar do CDS na Assembleia Municipal de Guimarães defende uma intervenção rápida e firme com medidas que apoiem a retoma da atividade económica, designadamente, nas micro e pequenas empresas do comércio local, com particular destaque, para as empresas do sector da restauração.

Neste âmbito, os centristas, em nota enviada às redações, recomendam à Câmara Municipal a adoção de várias medidas, nomeadamente autorizar o alargamento dos espaços de esplanada de forma a permitir aos estabelecimentos de hotelaria e restauração que cumpram com as medidas de distanciamento social, minimizando o impacto da obrigatoriedade de redução para 50% da capacidade interior do estabelecimento, isentando as taxas de ocupação durante o ano de 2020, bem como a isenção das taxas municipais para o comércio de rua e para os agentes económicos que ficaram completamente encerrados desde o início do estado de emergência.

É ainda proposto o adiamento da prestação do pagamento do IMI referente ao mês de maio e permitir a sua regularização nas prestações e julho e novembro, mantendo este regime de exceção até final do ano de 2020.

Informação em destaque
Situação pandémica em Guimarães é 'grave'
19 de Outubro, 2020
Contextile 2020 até 25 Outubro
19 de Outubro, 2020
Faleceu o nicolino José Maria Magalhães
19 de Outubro, 2020
AAUM promove START POINT Summit
19 de Outubro, 2020
Governo da Guiné-Bissau em Guimarães para cooperação na área cultural
19 de Outubro, 2020
‘Depressão Bárbara’ coloca distrito em alerta laranja
19 de Outubro, 2020
Publicidade