Obras na rotunda de Silvares concluídas dentro de um ano
20 de Fevereiro, 2020

O Auto de Consignação da obra de “Construção do túnel aberto no desnivelamento da rotunda de Silvares” foi celebrado esta quarta-feira, 19 de fevereiro, com um prazo de execução de um ano.

No imediato será feita a sinalização de intervenção, por forma a mitigar os constrangimentos previstos no âmbito da execução desta obra.

O Presidente da Câmara de Guimarães, Domingos Bragança, sublinhou o “momento importante para Guimarães” no âmbito da concretização de uma “obra muito desejada” e também “proporcional à respetiva importância na medida em que irá resolver um grande constrangimento na entrada/saída da Cidade”.

Domingos Bragança assinalou que o projeto em questão não se desenvolveu no “no tempo que queríamos que fosse” explicando o decurso de um processo rigoroso, na obtenção de recursos financeiros, reunir parceiros fundamentais, efetuar acordos com o Governo, elaboração de projetos, cumprir as validações, lançamento de concursos, com um “um longo horizonte temporal” o qual sublinha “nunca desistimos, cumprindo um caminho seguro”.

A solução passa pelo desnivelamento da atual rotunda de Silvares, alcançando a melhoria e facilidade de condições de acesso, minimizando os atuais constrangimentos de tráfego. “Há pormenores técnicos que estão a ser tidos em conta para mitigar os constrangimentos, pois as viaturas vão continuar a passar no nó de Silvares durante a execução da obra. Estamos a arranjar soluções para mitigar este transtorno que não podemos evitar até à conclusão da obra, considerando todas as possibilidades, desde desvios, sinalética adequada e sempre com as melhores soluções para reduzir o transtorno previsível”.

O Presidente da Câmara de Guimarães lembrou que esta é a primeira fase de um projeto, ao qual segue-se a ligação à rotunda da Vila de Ponte (EN101) e, numa terceira fase, o tramo da ligação de Ponte ao Parque de Ciência e Tecnologia (Avepark), numa via de acesso às freguesias desta área do concelho. O acordo estabelecido com a Infraestruturas de Portugal para concretização total é de 13 milhões de euros, mas que ascenderá aos 18 milhões de euros com a autarquia a assumir a responsabilidade na implementação da Ecovia e o Percurso Pedonal, garantindo melhor acessibilidade e também os modos suaves de mobilidade.

Domingos Bragança pretende ainda que a IP proceda, entretanto, à repavimentação do piso na variante de Creixomil na ligação à rotunda de Silvares, e adiantou que está em fase de estudo o desnivelamento da rotunda na Rodovia, na saída do Salgueiral, numa resposta aos “desafios da mobilidade”.

O Vice-presidente da Infraestruturas de Portugal, José Serrano Gordo, lembrou que o projeto e desnivelamento da rotunda de Silvares, num investimento de 3,4 milhões de euros, integra o Plano de Desenvolvimento das Áreas Empresariais lançado pelo Governo em março de 2017 e contempla um conjunto de objetivos que passa pela redução do tempo de percurso, implementar a conetividade e operabilidade, as acessibilidades a fomentar crescimento económico e potenciar o emprego.

Informação em destaque
Instituições unidas na capacitação pedagógica de docentes
19 de Setembro, 2020
Covid-19: Guimarães com 43 novos casos de infeção
19 de Setembro, 2020
CCVF: estreia absoluta de Tiago Rodrigues em Guimarães
19 de Setembro, 2020
Linhas de apoio a projetos culturais, territoriais e artísticas
19 de Setembro, 2020
ARS-Norte com “parecer desfavorável” ao convite do Vitória
19 de Setembro, 2020
CM Vizela lança petição até 25 de setembro
19 de Setembro, 2020
Publicidade