Convenção dos Direitos da Criança realiza-se em Guimarães
29 de Julho, 2019

No dia 25 de outubro, as comemorações do 30º aniversário da Convenção dos Direitos da Criança realizar-se-ão em Guimarães, no grande auditório do Centro Cultural Vila Flor.

Esta ação é promovida pela Associação ComDignitatis e terá como tema “Guimarães Cidade Amiga da Criança”.

Recorde-se que o Município de Guimarães foi reconhecido pela UNICEF como “Cidade Amiga das Crianças”, ao abrigo do parecer que destaca o compromisso e o envolvimento ativo em promover e defender os direitos da criança e melhorar a situação das crianças no Município.

A Câmara Municipal elaborou um Plano de Ação Local (PAL), assente na caracterização do Município, com base num diagnóstico local que inclui as medidas a implementar nos próximos quatro anos (2019-2022). O PAL fundamenta o compromisso e a intenção política do Município em reforçar e promover o trabalho em rede, a ação coordenada e a participação efetiva das crianças, de acordo com os princípios do Programa “Cidade Amiga das Crianças”.

O conjunto das seis áreas (Participação Cívica e Política; Bem-estar Social; Território e Ambiente; Relações Interpessoais; Cultura, Lazer e Desporto; e Educação) e dos sete objetivos estratégicos, constitui uma abordagem transversal dos direitos da criança e uma visão holística e integrada da criança. De destacar o compromisso em implementar o Conselho da Cidadania Infantojuvenil para discussão de políticas locais, em criar um Observatório concelhio da realidade infantojuvenil e uma estrutura de Provedor Municipal da Criança. O Município compromete-se, ainda, a desenvolver projetos na área da saúde e intervenção na saúde mental e criar medidas de proteção social integradas para todas as crianças em situação de privação. A formação de técnicos de casas de acolhimento é também assumida como intenção do Município, a fim de assegurar a qualificação das respostas.

A implementação de um programa de formação sobre os direitos das crianças para técnicos e dirigentes de entidades públicas e privadas e assegurar a participação das crianças nos seus projetos educativos são prioridades da Câmara de Guimarães.

A criação de um Plano Municipal de Acessibilidades e assegurar o acesso e a utilização de espaços verdes e de lazer, serviços, equipamentos e mobiliário urbano inclusivos, bem como a atividades culturais, desportivas e de lazer são também compromissos do Município. De uma forma geral, os objetivos operacionais são abrangentes para a implementação de uma estratégia global e incorporam metas verificáveis.

Este plano de ação foi elaborado com a colaboração de várias crianças e outras partes interessadas, através de várias metodologias participativas, e da intenção de continuar a envolver todas as partes na execução do Plano de Ação em Guimarães, em particular o Conselho da Cidadania InfantoJuvenil.

Informação em destaque
UMinho conquista prémio projeto inspirador Erasmus+
11 de Dezembro, 2019
Sete detidos por tráfico de estupefacientes
11 de Dezembro, 2019
Adaptação de brinquedos para crianças com paralisia cerebral
11 de Dezembro, 2019
Exposição "Antigos Instrumentos de Tortura"
10 de Dezembro, 2019
BIG promoveu palestras para alunos da região norte
10 de Dezembro, 2019
Famalicão, St.Tirso e Trofa com rede de transportes intermunicipal
10 de Dezembro, 2019
Publicidade