Têxtil - PCP questiona o governo
17 de Abril, 2019

A deputada do PCP, Carla Cruz, questionou por escrito o governo sobre que medidas vão ser tomadas para garantir os direitos dos trabalhadores da Coelima, em Guimarães, nomeadamente, o cumprimento do Contrato Coletivo de Trabalho, que prevê o pagamento do salário até ao segundo dia útil de cada mês.

No início do mês, os trabalhadores da fábrica realizaram uma jornada de luta para reivindicar o pagamento do salário referente ao mês de março e as notícias dão conta que têm sido recorrentes os atrasos no pagamento dos salários.

O PCP tem acompanhado a situação do sector têxtil, nomeadamente no distrito de Braga onde são muitos os postos de trabalho ligados a esta indústria. Recentemente os deputados comunistas apresentaram uma iniciativa parlamentar na Assembleia da República que visa a adopção de medidas urgentes para defesa do sector têxtil e do vestuário nas regiões do Ave e Cávado.

Informação em destaque
Trânsito interdito na Rua Gil Vicente para obras
18 de Janeiro, 2021
CERCIGUI constrói o maior puzzle da região
17 de Janeiro, 2021
Trânsito condicionado no nó de Silvares
16 de Janeiro, 2021
BabeliUM promove oferta diversificada em línguas
18 de Janeiro, 2021
PSD de Guimarães reclama apoios eficazes para o comércio
18 de Janeiro, 2021
Covid-19: Conselho de Ministros extraordinário reavalia medidas
18 de Janeiro, 2021
Publicidade