Pavilhão Multifuncional na Escola de Igreja de Sande S. Martinho
19 de Outubro, 2018

Na Reunião Descentralizada do Executivo Municipal, que ontem, quinta-feira, 18 de outubro, teve lugar no Edifício Sede da Junta de Freguesia de Sande S. Martinho, os serviços técnicos da área de projeto da Câmara Municipal de Guimarães apresentaram o que será o futuro Pavilhão Multifuncional da Escola de Igreja.

O projeto inicial proposto pela Junta de Freguesia à Câmara Municipal foi, por decisão do Presidente da Câmara, Domingos Bragança, alvo de alterações com vista a que sejam acrescentadas novas valências.

O projeto, que assume uma relevância estratégica inquestionável, cumprirá o papel de atender às necessidades primárias do estabelecimento de ensino, permitirá dotar a freguesia de atividades complementares (fora do horário escolar) e funcionará como um edifício multiusos que possa responder às mais diversas solicitações (desporto, festas, concertos, congressos).

Está prevista a existência de uma área ampla, balneários, gabinetes e bancada. O futuro equipamento estabelecerá uma relação entre o seu interior e exterior, bem como de proximidade com os equipamentos adjacentes, permitindo a individualização dos espaços e evitando a promiscuidade de espaço público e privado.

No final da reunião, Domingos Bragança disse à imprensa que, ainda que o Pavilhão sirva a Escola de Igreja, será dotado de condições que permitam ser utilizado como espaço para eventos desportivos, culturais e sociais, servindo, dessa forma, toda a comunidade de Sande S. Martinho.

“Este equipamento será dotado das condições acústicas necessárias para fazer dele também um equipamento para apresentação de espetáculos culturais e de outra índole que assim o exija. Será um espaço multifuncional que vai requer a aprovação de várias entidades como a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares, o IPDJ e a Câmara Municipal, entre outras”, disse Domingos Bragança.

Ainda a propósito de obras, o Presidente da Câmara disse estar a tentar encontrar uma solução conjunta com a Comissão Fabriqueira para que o acesso à Igreja possa ser feito com maior segurança, evitando os perigos da proximidade da entrada principal com a EN101.

“São esforços conjuntos que beneficiarão a população local e que, em conjunto com o projeto de centralidade que queremos viabilizar para Sande S. Martinho, com arruamentos requalificados, repavimentações, novos passeios e zonas ajardinadas, proporcionam uma nova realidade no espaço público confinado pela Igreja, Escola e Junta de Freguesia”, concluiu.

Informação em destaque
Orquestra de Guimarães dedica residência aos 25 anos da CPCJ
18 de Outubro, 2019
Dia das Bandeiras Verdes 2019 no Multiusos de Guimarães
18 de Outubro, 2019
"Fundos de Coesão: Impacto no desenvolvimento na região do Ave"
18 de Outubro, 2019
Grupo de Teatro da ADCL: "Auto da Barca do Inferno"
18 de Outubro, 2019
UNICEF: Projeto de Guimarães destacado
18 de Outubro, 2019
José Valença dá a última aula na UMinho
18 de Outubro, 2019
Publicidade