Guimarães solidário com Rio de Janeiro
04 de Setembro, 2018

O Presidente da Câmara Municipal de Guimarães manifestou já total solidariedade ao Prefeito do Rio de Janeiro, cidade com quem é geminada desde 1998, na sequência do incêndio que afetou o acervo do Museu Nacional, um dos mais históricos e científicos do país, com cerca de 20 milhões de peças.

A instituição, criada há 200 anos, foi fundada por João VI, de Portugal, e era o mais antigo e um dos mais importantes museus do Brasil. Na missiva dirigida ao Prefeito Marcelo Crivella, o autarca de Guimarães escreve que “esta não é apenas uma perda para o povo brasileiro, é também uma perda para Portugal, tratando-se o Museu Nacional do Rio de Janeiro de um marco importante da História luso-brasileira”.

Mas, diz, é também uma perda para Guimarães, em virtude dos laços que unem as duas cidades e que se têm fortalecido pelas duas décadas de geminação e consequente cooperação”, pode-se ler-se.

Informação em destaque
Covid-19: 466 novos casos registados numa semana
15 de Janeiro, 2021
Teleférico de Guimarães encerrado até 30 de janeiro
15 de Janeiro, 2021
Restrições no contexto de confinamento para Guimarães
15 de Janeiro, 2021
‘A Oficina’ suspende atividades e encerra espaços culturais
14 de Janeiro, 2021
Portugal já entrou no novo confinamento
15 de Janeiro, 2021
IPMA: distrito de Braga em alerta devido ao frio
15 de Janeiro, 2021
Publicidade