PSD acusa CMG de “política de espectáculo”
20 de Abril, 2018
O PSD de Guimarães acusa a Câmara de exercer uma política de espectáculo no que respeita à candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia.
 
Numa conferência de imprensa, destinada a reagir à não integração de Guimarães na “shortlist” do processo de candidatura a Capital Verde Europeia 2020, o líder do PSD de Guimarães referiu que Guimarães avançou para a candidatura sem ter “reunidas todas as condições para avançar”.
 
Bruno Fernandes apontou que “Guimarães começou a casa pelo telhado: primeiro candidatou-se a Capital Verde Europeia, e só depois começou a trilhar um caminho de sustentabilidade ambiental, com vista a preencher os requisitos impostos pela Comissão Europeia”.
 
Neste sentido, os sociais-democratas consideram que “a candidatura de Guimarães não teve maturidade suficiente para chegar à lista de finalistas”, notando que há necessidade de aprender com os erros.
 
O líder social-democrata refere que a Comissão Política do PSD de Guimarães apoia uma nova candidatura a Capital Verde Europeia, mas “desde que este executivo começe a levar a sério os problemas ecológicos e de mobilidade do concelho”.
Informação em destaque
SE no debate “Os Caminhos do Futuro: Negócio Internacional”
23 de Janeiro, 2020
HSOG cumpre parâmetros de excelência clínica da ERS
22 de Janeiro, 2020
Tempo Livre assinala o 21º aniversário
22 de Janeiro, 2020
Exposição "Antigos Instrumentos de Tortura"
23 de Janeiro, 2020
UMinho vai elaborar estudo global da Montanha da Penha
22 de Janeiro, 2020
Corpo encontrado no Rio Ave é de Fernando 'Conde'
22 de Janeiro, 2020
Publicidade