PSD acusa CMG de “política de espectáculo”
20 de Abril, 2018
O PSD de Guimarães acusa a Câmara de exercer uma política de espectáculo no que respeita à candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia.
 
Numa conferência de imprensa, destinada a reagir à não integração de Guimarães na “shortlist” do processo de candidatura a Capital Verde Europeia 2020, o líder do PSD de Guimarães referiu que Guimarães avançou para a candidatura sem ter “reunidas todas as condições para avançar”.
 
Bruno Fernandes apontou que “Guimarães começou a casa pelo telhado: primeiro candidatou-se a Capital Verde Europeia, e só depois começou a trilhar um caminho de sustentabilidade ambiental, com vista a preencher os requisitos impostos pela Comissão Europeia”.
 
Neste sentido, os sociais-democratas consideram que “a candidatura de Guimarães não teve maturidade suficiente para chegar à lista de finalistas”, notando que há necessidade de aprender com os erros.
 
O líder social-democrata refere que a Comissão Política do PSD de Guimarães apoia uma nova candidatura a Capital Verde Europeia, mas “desde que este executivo começe a levar a sério os problemas ecológicos e de mobilidade do concelho”.
Informação em destaque
MetroBus dá resposta ao sistema urbano dos Municípios
27 de Outubro, 2020
UMinho: 3.º ano da licenciatura em Teatro sem aulas presenciais
27 de Outubro, 2020
Lions suspendem peditório de rua da LPCC 2020
26 de Outubro, 2020
AAUM lança plataforma ‘VoluntáriUM’
27 de Outubro, 2020
Atribuídos mais de 600 mil euros para obras em freguesias
27 de Outubro, 2020
Tribunal de Fafe com sala de audiências para o Juízo de Família e Menores
27 de Outubro, 2020
Publicidade