PSD acusa CMG de “política de espectáculo”
20 de Abril, 2018
O PSD de Guimarães acusa a Câmara de exercer uma política de espectáculo no que respeita à candidatura de Guimarães a Capital Verde Europeia.
 
Numa conferência de imprensa, destinada a reagir à não integração de Guimarães na “shortlist” do processo de candidatura a Capital Verde Europeia 2020, o líder do PSD de Guimarães referiu que Guimarães avançou para a candidatura sem ter “reunidas todas as condições para avançar”.
 
Bruno Fernandes apontou que “Guimarães começou a casa pelo telhado: primeiro candidatou-se a Capital Verde Europeia, e só depois começou a trilhar um caminho de sustentabilidade ambiental, com vista a preencher os requisitos impostos pela Comissão Europeia”.
 
Neste sentido, os sociais-democratas consideram que “a candidatura de Guimarães não teve maturidade suficiente para chegar à lista de finalistas”, notando que há necessidade de aprender com os erros.
 
O líder social-democrata refere que a Comissão Política do PSD de Guimarães apoia uma nova candidatura a Capital Verde Europeia, mas “desde que este executivo começe a levar a sério os problemas ecológicos e de mobilidade do concelho”.
Informação em destaque
Entrega de candidaturas para a Oficina do Empreendedor
16 de Setembro, 2019
PSP: Detenção por tráfico de estupefaciente
16 de Setembro, 2019
GNR: Taipas – Detidos por furto de combustível
16 de Setembro, 2019
Exposição sobre indústria têxtil de Guimarães
16 de Setembro, 2019
S. Torcato assina contrato ao abrigo do projeto JUNTAR +
16 de Setembro, 2019
Câmara assinou protocolo com a Sociedade Filarmónica Vizelense
16 de Setembro, 2019
Publicidade