'Rompimento de compromissos eleitorais' em Creixomil
13 de Novembro, 2017

O CDS-PP em Creixomil acusa o actual presidente da Junta de Freguesia, eleito pela Coligação Juntos por Guimarães, de rompimento dos compromisso pré-eleitorais.

De acordo com comunicado enviado à imprensa, os centristas referem que foi assumido com o CDS o convite para duas pessoas no executivo e a presidência da Assembleia de Freguesia, no entanto, tal não se verificou.

Desta forma, pode ler-se, ‘o CDS decidiu passar o executivo da Junta, proposto pelo novo presidente, responsabilizando-o a ele e ao PS pela governação da freguesia’.

Foi ainda decidido criar um grupo parlamentar autónomo para fiscalizar o executivo quanto ao programa eleitoral sufragado.

No mesmo documento, o CDS refere que ‘não aceita assassinatos de carácter aos seus dirigentes em Creixomil’ realçando que ‘os que servem antes das eleições, servem depois’.

Informação em destaque
Universidade Sénior Teófilo Braga inaugura instalações
20 de Janeiro, 2018
Cantar dos Reis no Paço dos Duques e nas Taipas
20 de Janeiro, 2018
Centro de Estudos do Desporto – Guimarães
19 de Janeiro, 2018
'Turismo enogastronómico em Guimarães'
20 de Janeiro, 2018
Luís Soares eleito presidente do PS/Guimarães
20 de Janeiro, 2018
Festas em honra de S. Sebastião e Santo Amaro
20 de Janeiro, 2018
Publicidade