'Rompimento de compromissos eleitorais' em Creixomil
13 de Novembro, 2017

O CDS-PP em Creixomil acusa o actual presidente da Junta de Freguesia, eleito pela Coligação Juntos por Guimarães, de rompimento dos compromisso pré-eleitorais.

De acordo com comunicado enviado à imprensa, os centristas referem que foi assumido com o CDS o convite para duas pessoas no executivo e a presidência da Assembleia de Freguesia, no entanto, tal não se verificou.

Desta forma, pode ler-se, ‘o CDS decidiu passar o executivo da Junta, proposto pelo novo presidente, responsabilizando-o a ele e ao PS pela governação da freguesia’.

Foi ainda decidido criar um grupo parlamentar autónomo para fiscalizar o executivo quanto ao programa eleitoral sufragado.

No mesmo documento, o CDS refere que ‘não aceita assassinatos de carácter aos seus dirigentes em Creixomil’ realçando que ‘os que servem antes das eleições, servem depois’.

Informação em destaque
HSOG: projeto por SMS permite acompanhar percurso dos doentes
20 de Janeiro, 2021
CDPC apela ao cumprimento as restrições do confinamento
20 de Janeiro, 2021
Covid-19: JF S. Torcato apela ao reforço do voluntariado
20 de Janeiro, 2021
UM discute a "Evolução e impacto da COVID-19 na região Norte"
20 de Janeiro, 2021
Novas restrições do confinamento entraram em vigor
20 de Janeiro, 2021
ANEPC alerta para agravamento do estado do tempo
20 de Janeiro, 2021
Publicidade