CMG esclarece questão sobre via dedicada do AvePark
26 de Fevereiro, 2017
O autarca vimaranense enviou às redacções um esclarecimento face a uma interpelação do deputado do BE acerca da futura via dedicada do AvePark, na sessão de Assembleia Municipal de sexta-feira. Questionado sobre a realização de estudo de impacto ambiental e sobre as consequências a retirar das respetivas conclusões. Domingos Bragança aponta que referiu ao deputado Joaquim Teixeira que “a obra em causa não obrigava à realização daquele estudo, mas que a Câmara Municipal mantinha o propósito de o fazer, podendo efetuar ajustes em função das respetivas conclusões” e que “a reserva agrícola nacional já havia dado parecer favorável ao traçado”.
O presidente da câmara de Guimarães aponta, ainda, que com a afirmação que fez pretendeu relembrar ao deputado do Bloco “que o traçado da via está previsto no PDM o qual foi aprovado neste mandato tendo merecido aprovação daquelas entidades”.
Domingos Bragança acrescenta no seu esclarecimento que “não há, por isso, por ora, novidade neste processo, encontrando-se a Câmara Municipal a aguardar a conclusão do referido estudo, cujo conteúdo será publicamente dado a conhecer logo que lhe seja entregue”.
 
Na reacção a este esclarecimento, o Bloco de Esquerda enviou às redacções um comunicado onde refere que “apesar de repetidamente o deputado municipal Joaquim Teixeira ter interpelado Domingos Bragança sobre a via de acesso ao AvePark, o mesmo recusou-se responder ao Bloco de Esquerda e a esclarecer todos os e todas as vimaranenses sobre as intenções da Câmara Municipal nesta questão”.
O BE diz, ainda, que “o Presidente da Câmara Municipal de Guimarães falta à verdade e refere a existência de uma aprovação pela entidade reguladora”, mas que reconheceu, no esclarecimento que fez, que a “autorização não existe, como também ainda não há resultados no estudo de impacto ambiental”.
O Bloco de Esquerda acusa o autarca vimaranense de ter uma “postura pouco clara nesta matéria e questiona a razão para a falta de transparência envolta deste processo”.
Informação em destaque
Espetáculo evoca lendas de Guimarães
22 de Julho, 2017
Festivais de Folclore em Pevidém, Serzedelo e VNSande
22 de Julho, 2017
Universidade do Minho atribui prémio a jovens designers
22 de Julho, 2017
Emília Gonçalves apresenta livro de poemas
22 de Julho, 2017
CJpG: Salvador Caeiro Brás candidato a Azurém
22 de Julho, 2017
Noites de Verão, em Creixomil
22 de Julho, 2017
Publicidade