Exposição sobre Macau no Arquivo Municipal Alfredo Pimenta
13 de Março, 2017

O Município de Guimarães, através do Arquivo Municipal Alfredo Pimenta, em colaboração com o Instituto Cultural do Governo Regional da Região Administrativa Especial de Macau – Arquivo Histórico de Macau, tem patente a exposição "Refugiados de Xangai. Macau (1937-1964)".

Esta mostra divide-se em três núcleos essenciais: (I) apresentação sumária da história da diáspora macaense, em particular da comunidade dos “portugueses de Xangai”; (II) exibição da documentação relativa à chegada, acolhimento e destino dos migrantes que, abandonando Xangai, passaram pela cidade de Macau; (III) mostra de documentos e objetos pessoais de uma macaense – Clementina Fernandes – refugiada de Xangai, disponibilizados pela sua família.

Com esta exposição, pretende-se, além de firmar laços com o Instituto Cultural do Regional da Região Administrativa Especial de Macau - Arquivo Histórico de Macau, divulgar a investigadores e ao público em geral uma documentação imprescindível para conhecer e analisar um fenómeno social migratório com características singulares, que se insere no movimento mais amplo da diáspora macaense e, simultaneamente, contribuir com mais um exemplo de como Macau soube acolher, no seu seio, todos os que nela procuraram refúgio e apoio (chineses, macaenses, portugueses), mantendo-se como uma porta aberta para o mundo.

Informação em destaque
UMinho entre as 200 universidades mais sustentáveis do mundo
23 de Abril, 2021
3º Ciclo Terra – Músicas e Cinema do Mundo arranca a 21 de Maio
23 de Abril, 2021
Guimarães é o concelho mais representativo no Eco-Freguesias XXI
23 de Abril, 2021
ASMAV: “Que vão fazer os jovens com o 25 de abril?”
23 de Abril, 2021
PSD reclama dobro das verbas para as freguesias
23 de Abril, 2021
Membros do Conselho Cultural da UMinho tomam posse hoje
23 de Abril, 2021
Publicidade