Guimarães assina acordo para criação da Rede do Património Mundial
16 de Julho, 2014

O Município de Guimarães vai assinar esta sexta-feira, 18 de julho, pelas 11 horas, na Sala do Senado da Universidade de Coimbra, um acordo de cooperação para a criação da Rede do Património Mundial em Portugal, promovida pelas entidades gestoras do Património Mundial em Portugal e pela Comissão Nacional da UNESCO. Este acordo tem por objetivo a promoção da aproximação entre os sítios Património Mundial, através do debate de ideias sobre a gestão e reabilitação do património, do intercâmbio de conhecimentos e da discussão de questões de interesse mútuo, bem como na participação conjunta em projetos e iniciativas que gerem valor nas regiões onde se inserem e difundam o Património Mundial em Portugal e no Mundo. Esta parceria pretende facilitar a criação de condições para que, nas próximas décadas, as regiões onde se inserem os bens inscritos na lista do Património Mundial da UNESCO assegurem não só o seu estatuto de Património Mundial, mas também estimulem a economia e mobilizem as suas gentes, no sentido de gerar valor no âmbito desse reconhecimento internacional. Além do Centro Histórico de Guimarães, este acordo de cooperação é constituído pelo Alto Douro Vinhateiro, Centro Histórico de Angra do Heroísmo, Centro Histórico de Évora, Centro Histórico do Porto, Cidade-Quartel Fronteiriça de Elvas e suas Fortificações, Convento de Cristo em Tomar, Floresta Laurissilva da Madeira, Mosteiro de Alcobaça, Mosteiro da Batalha, Mosteiro dos Jerónimos e Torre de Belém, Paisagem Cultural de Sintra, Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico, Sítio de Arte Rupestre Pré-histórica do Vale do Coa e Universidade de Coimbra.

Informação em destaque
Detenções por condução ilegal e posse de arma
23 de Agosto, 2017
Hélder Pereira representa Portugal no Congresso da SLARD
23 de Agosto, 2017
Detenções PSP
21 de Agosto, 2017
Cinema em Noites de Verão
23 de Agosto, 2017
Têxtil e Vestuário de Portugal presente na Formex, na Suécia
23 de Agosto, 2017
Guimarães em alerta amarelo devido ao calor
23 de Agosto, 2017
Publicidade