MIMA-FATÁXA procura vimaranenses para integrar projecto
17 de Fevereiro, 2014
O MIMA-FATÁXA está à procura de 20 participantes de Guimarães, maiores de 18 anos, para integrar este projeto.
Depois da direção artística de Almada, Um Nome de Guerra/Nós Não Estamos Algures, MIMA-FATÁXA representa o regresso de João Sousa Cardoso a José de Almada Negreiro.
Trata-se de um espetáculo concebido a partir de três textos do autor de vanguarda: Os Ingleses fumam Charuto(1919), Mima-Fatáxa (1919/1920) e A Cena do Ódio (1915), que são interpretados pela cantora Ana Deus e pelo ator Ricardo Bueno, acompanhados por vinte participantes locais.
MIMA-FATÁXA revisita a vitalidade das ideias e da linguagem do primeiro Modernismo, propondo uma crua interpelação da vida cultural, social e política do país no presente, na senda da provocação que Almada Negreiros nos lançou e deixou em herança.
MIMA-FATÁXA apresenta-se a público nos dias 28 e 29 de março, no Pequeno Auditório do CCVF.
Informação em destaque
I Congresso “A Morte: Leituras da Humana Condição”
21 de Janeiro, 2019
Dia das Bandeiras Verdes 2019 no Multiusos de Guimarães
21 de Janeiro, 2019
Parlamento dos Jovens no Colégio do Ave
18 de Janeiro, 2019
Curso de videoarte no Museu
21 de Janeiro, 2019
Primeira pedra para a construção do Centro de Dia em Briteiros
21 de Janeiro, 2019
Triciclo até Março em Barcelos
22 de Janeiro, 2019
Publicidade