Artistas ‘fintam’ pandemia com projeto “O Tempo não Parou”
01 de Abril, 2021
O período de confinamento foi de criatividade para um conjunto de artistas vimaranenses que puseram mãos à obra e deram vida a um novo projeto.
Dá pelo nome de “O Tempo não Parou”, e surgiu de um desafio lançado pelo músico, produtor e compositor Hélder Costa, em março de 2020, a Nuno Cachada e Cristina Marvão.
Numa fusão entre vários estilos, o projeto conta com a presença de músicos de renome nacional e internacional, e pretende colmatar as marcas que a pandemia deixou particularmente no sector cultural, com o cancelamento de todos os eventos culturais.
Um projeto que já deu origem ao trabalho discográfico “dois mil e vinte”, com diferentes backgrounds e provenientes de vários quadrantes geográficos, do Sul de Portugal ao Norte da Galiza, entre os quais estão Mário Laginha e Abe Rábade. Este primeiro álbum conta com o apoio do Município de Guimarães através da linha de apoio IMPACTA.
Os primeiros temas já podem ser ouvidos online. Ainda assim, “O Tempo não Parou” pretende ir além da pandemia, e chegar fisicamente aos palcos portugueses, assim que a situação pandémica o permitir.
Informação em destaque
Dia Mundial da Voz assinala-se esta sexta-feira
16 de Abril, 2021
Lions promove conferência online sobre Inteligência Artificial
16 de Abril, 2021
Guimarães vence Prémio Nacional de Sustentabilidade
16 de Abril, 2021
SMS inaugura “Na distância de um olhar”
16 de Abril, 2021
Abertura do procedimento de ampliação da classificação do CH
16 de Abril, 2021
Generalidade do país avança para 3ª fase do desconfinamento
16 de Abril, 2021
Publicidade